MAIS SEGURANÇA

Plenário aprova projeto que garante cadeirinha auxiliar e assentos elevados para transporte de crianças

A medida, que tem como finalidade dar segurança às crianças, está de acordo com a Resolução do Contran
Foto: Nonato Sousa

Compartilhe:

Por Marilena Freitas

O plenário da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) aprovou na manhã desta terça-feira (22), durante sessão ordinária, o Projeto de Lei (PL) nº 192/2019, de autoria da deputada Tayla Peres (Republicanos), que determina às empresas locadoras de veículos que prestam serviços no Estado a disponibilizar aos locatários cadeirinha auxiliar e assento elevado para transporte de crianças.

O número correspondente de cadeirinhas e assentos elevados não deve ser menor que 10% da frota das empresas. Caso a legislação seja descumprida, as empresas ficarão sujeitas às penalidades, que vão de advertência até a cassação de inscrição estadual.

Segundo o PL, a multa é de 10 UPF-RR (Unidade Padrão Fiscal do Estado de Roraima), que segundo a Portaria da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda) estipulou para este ano o valor é de R$ 445,14 para cada UFERR (Unidade Fiscal do EStado de Roraima). Em caso de reincidência o valor da multa será duplicado.

Conforme a proposta, a cadeirinha auxiliar e os assentos elevados devem atender crianças de até 10 anos, conforme exige a Resolução nº 277/2008 alterada pela resolução nº 533/2015, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A medida tem como finalidade dar segurança a esses passageiros, reduzindo assim o risco ao usuário, em caso de colisão ou de desaceleração repentina do veículo.

Na propositura a parlamentar deixa claro que “os veículos de aluguel não devem ser confundidos com veículos da locadora, pois estes não são de categoria ”aluguel” e sim da categoria particular, ou seja, tem placa cinza e não vermelha”.

Esclareceu que o locatário não paga pelo transporte durante o período de locação, mas pela posse do veículo, o qual durante esse período é utilizado como se lhe pertencesse.

Desse modo, é de suma importância que as locadoras de veículos disponibilizem esse tipo de equipamentos aos clientes, proporcionando segurança às crianças, bem como evitando a imposição de multa aos locatários”, reforçou Tayla Peres.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022