MAUS-TRATOS

PL que proíbe condenados por crimes contra animais de exercerem funções públicas é aprovado

Matéria também determina que ficam vedadas prestação de serviços públicos e participação em licitações do Estado
Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Foi aprovado com emendas, na sessão plenária desta terça feira (9), o Projeto de Lei (PL) nº 325/2021, que estabelece que a pessoa que tiver condenação penal transitada em julgado por crime de maus-tratos contra animais, fica proibida de exercer cargo, emprego ou função pública na administração do Estado.

Além disso, ficam também vedadas a prestação de serviços públicos e a participação em licitações do Estado. A matéria, apresentada pelo deputado Evangelista Siqueira (PT), teve 14 votos favoráveis.

De acordo com o texto, a vedação se estende, ainda, ao governo e suas respectivas secretarias, à Assembleia Legislativa, ao Poder Judiciário estadual e à administração pública indireta, incluindo autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista que contem com participação acionária do Estado.

“Por questões próprias do ordenamento jurídico nacional, a impunidade tornou-se uma regra revoltante em relação a todos os crimes ambientais, especialmente, o de maus-tratos. Assim, é imperativo utilizarmos a competência legislativa estadual para explorar as possibilidades de sanções de forma rígida, de modo a coibir ao máximo a impunidade, ao menos naquilo que nos compete”, explicita trecho da justificativa.

O documento também defende que as referidas proibições são uma forma de penalidade potencialmente efetiva para coibir essa prática.

“É necessário que o Estado dê um bom exemplo, impedindo que pessoas violentas exerçam funções de prestígio e sejam mantidas à custa de recursos públicos”, conclui o documento.

Texto: Suzanne Oliveira
Fotos: Eduardo Andrade/ Jader Souza
SupCom/ALE-RR | 09.08.2022

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022