RISCO DE DESABASTECIMENTO

Gabriel Picanço teme possíveis consequências por falta de manutenção da BR-174

De acordo com deputado, caminhões levam cerca de 15h de viagem até Boa Vista, o que prejudica abastecimento das termelétricas
Foto: Jader Souza

Compartilhe:

Por Kátia Bezerra

“Todas as riquezas do Estado de Roraima são trazidas pela BR-174 e isso é muito preocupante pelas péssimas condições em que ela se encontra”. A afirmação foi feita pelo deputado Gabriel Picanço (Republicanos), durante sessão plenária desta quinta-feira (24). O parlamentar demonstrou preocupação com a falta de trafegabilidade da rodovia e um possível desabastecimento de combustível para as termelétricas da capital.

“Quando a BR está trafegável, um caminhão carregado leva 11 horas de viagem. Hoje, são cerca de 15 horas para fazer o trajeto até Boa Vista. O ‘inverno’ no Amazonas ainda está na metade e o de Roraima vai começar agora”, alertou.

O parlamentar solicitou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) o reparo dos trechos intrafegáveis da rodovia.

“Solicitei também à bancada federal de Roraima que pressione o Dnit para que essa manutenção seja feita. A BR é a única via para tirarmos nossos produtos e levarmos para o resto do país. O departamento não está na estrada e isso é gravíssimo. Bastam dois dias de trânsito interditado para que o desabastecimento aconteça nas usinas termelétricas, pois são 90 caminhões de gás por dia, somente para a usina de Jaguatirica. Diariamente, são mais de 160 desses veículos trafegando na 174. O problema é grave, é sério e é de todos nós”, advertiu.

Iper

Uma comissão de servidores do Instituto de Previdência de Roraima (Iper) esteve na manhã desta quinta-feira no gabinete do parlamentar, pedindo apoio para o reajuste de salário. De acordo com Picanço, os servidores pedem a equiparação com base no aumento de salários dos médicos legistas.

“Os legistas tiveram um reajuste de 300%. Estão pedindo, pelo menos, que seja equiparado. Vamos abraçar essa causa, o governador já está sabendo desse problema. Quero pedir apoio ao presidente [da Assembleia Legislativa] Soldado Sampaio [Republicanos] para que possamos resolver o problema dos funcionários do Iper”, ressaltou, se comprometendo a iniciar as tratativas com o chefe da Casa Civil, Flamarion Portela, e o governador, Antonio Denarium (PP).

Inaugurações

Ainda na tribuna, Picanço comemorou a inauguração do presídio de Rorainópolis, distante 321 quilômetros da capital. “Há 11 anos o presídio estava sendo construído e esperamos muito por isso, assim os familiares poderão ter mais facilidade em visitar seus entes”.

Gabriel Picanço também citou o Centro de Especialidades Médicas inaugurado no município. Segundo o parlamentar, os moradores do Sul do Estado terão mais facilidade nas consultas especializadas, sem a necessidade de se deslocarem até Boa Vista. “Serão 88 mil pessoas beneficiadas com exames médicos feitos o mais rápido possível”.

Pardais

O parlamentar parabenizou os vereadores da Câmara Municipal de Boa Vista pela derrubada dos vetos ao projeto de lei que proíbe os radares móveis e fixos, sem a função de lombada eletrônica.

“Parabéns aos vereadores que fizeram uma ação ímpar ao derrubar esse veto. Em Boa Vista, eles não multam para corrigir ninguém, eles multam para arrecadar de dinheiro. Apoiem a Câmara, porque em frente ao hospital da Unimed e da igreja do Centro não precisa ter pardais”, destacou.

Leia também:

ANIVERSÁRIO MUNICIPAL TV Assembleia aborda aspecto religioso em reportagem especial sobre os 69 anos de Caracaraí | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

100 VAGAS Inscrições para cursos presenciais de Informática na Escolegis iniciam na próxima semana | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

Em Cannes, MinC celebra presença do audiovisual brasileiro no exterior — Agência Gov

Postado em 27 de maio de 2024

Governo vai abrir edital para que municípios recebam equipamentos de TV digital – Notícias

Postado em 27 de maio de 2024