MÊS DA MULHER

Chame realiza panfletagem de combate à violência doméstica

As panfletagens serão realizadas durante todo o mês de março para massificar informações relativas aos direitos das mulheres
Foto: Tiago Orihuela
Ação do CHAME em alusão ao mês da mulher

Compartilhe:

O Centro de Apoio Humanitário à Mulher (CHAME) da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) realizou na manhã desta quarta-feira (16), em frente ao Parlamento, uma ação alusiva ao mês da mulher. Durante todo o mês de março, as equipes vão ocupar lugares estratégicos da cidade com o intuito de chamar a atenção da população para que juntos lutem pelo fim da violência doméstica.

“Essas panfletagens têm como finalidade instruir os homens de Boa Vista a não bater em mulher, a não as violentar”, disse a procuradora Especial da Mulher, Betânia Almeida (PV).

Ela lembrou que Roraima desponta no cenário nacional como um dos estados mais violentos quando o assunto é violência doméstica. “Roraima lidera um ranking vergonhoso, 5º lugar no Brasil, onde se comete mais feminicídio. Temos que desmistificar a cultura do machismo, por isso estamos trabalhando durante todo o mês de março nas escolas, nos semáforos e nas instituições que nos permite entrar para levar as palestras informativas para a população”, acrescentou.

Betânia salientou que as mulheres vítimas de violência doméstica podem buscar ajuda no CHAME. “Temos todos os tipos de atendimento, psicológico, social e jurídico. Acolhemos todas para garantir seus direitos”, afirmou.

O taxista Evandro Barbosa dos Santos aprovou a ação. “Mulher não foi feita para bater, temos que dar amor e carinho, pois nós nascemos de uma mulher”, afirmou.

Quem também compartilhou da mesma opinião sobre ações que levam conscientização sobre direitos e deveres é a advogada Albanuzia Carneiro. “Qualquer ação para conscientizar as mulheres a respeito dos cuidados e da violência doméstica é de suma importância”, enfatizou.

A instituição dispõe de atendimento multidisciplinar composto por advogadas, psicólogas e assistentes sociais, além de disponibilizar uma brinquedoteca para manter as crianças distraídas enquanto a mulher é atendida. O acolhimento também é realizado por meio do ZapCHAME (95) 98402-0502, que funciona durante 24h, de domingo a domingo, incluindo fins de semana e feriados.

Em Boa Vista os serviços do CHAME funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na avenida Santos Dumont, nº 1470, no bairro Aparecida. Há também um espaço de atendimento no município de Rorainópolis, segunda região mais populosa de Roraima, a 259 km da capital, localizado na rua Senador Hélio Campos, s/número.

 

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022