SESSÃO ESPECIAL

Psicólogos são homenageados na Assembleia Legislativa por 60 anos de regulamentação da profissão

Homenagem foi proposta pela deputada Yonny Pedroso (PL) e ocorreu no Plenário Noêmia Bastos Amazonas
Foto: Marley Lima
Sessão especial em homenagem aos psicólogos

Compartilhe:

Por Juliana Dama

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) promoveu nesta quinta-feira (2) uma sessão especial alusiva aos 60 anos da regulamentação da psicologia no Brasil. A homenagem foi proposta pela deputada Yonny Pedroso (PL), que é psicóloga de formação, e ocorreu no Plenário Noêmia Bastos Amazonas.

Foram homenageadas 245 pessoas, entre representantes do Conselho de Psicologia, profissionais e estudantes da área, com uma moção de aplausos durante a solenidade.

“Hoje é um dia muito importante e fizemos essa reunião de valorização aos profissionais psicólogos nesse momento tão turbulento que passamos, pós-pandemia. São 60 anos de regulamentação da psicologia e essa homenagem vem justamente dar visibilidade e falar da importância do profissional psicólogo”, disse a parlamentar.

Para Francisco de Assis, um dos primeiros psicólogos registrados em Roraima e homenageado durante a sessão, a solenidade foi uma maneira de reconhecer os profissionais que ajudaram a consolidar a profissão no Estado e os que estão iniciando.

“Quando eu cheguei aqui em 1982, no ex-território de Roraima, éramos apenas sete psicólogos. Durante esses 40 anos, sempre procuramos trabalhar para organizar a categoria. Os sete viraram 10, que viraram 15, 50, 100.. e hoje somos praticamente mil psicólogos no Estado. Divido essa homenagem com os mais antigos e com os novos, que estão tomando nosso lugar em uma luta que continuará por muito tempo”, agradeceu.

Arieche Silva Lima, psicóloga da ALE-RR, que se formou na primeira turma da Universidade Federal de Roraima (UFRR), em 2011, também foi homenageada no evento.

“Esse é um momento de muita alegria pelo reconhecimento da profissão do psicólogo não só no Brasil, mas também na atuação que temos aqui em Roraima. É um curso que eu vi crescer na UFRR, estive ali desde o primeiro dia em que foram chegando os professores e alunos. O nosso objetivo maior é sempre fazer com que a psicologia seja uma profissão forte e esteja servindo à sociedade, principalmente aqui no Estado, onde a maior parte de nós está atuando no serviço público”, disse.

A homenageada Marcilene Melo, psicóloga do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME), afirmou que a homenagem é um incentivo aos profissionais que se dedicam ao desempenho da profissão.

“A psicologia enfrentou e enfrenta muitos desafios. Que bom que estamos podendo comemorar esses 60 anos, visto que essa profissão é de extrema importância. O papel que a psicologia desempenha vem agregar e ajudar a todos. É uma honra muito grande não só para nós, mas para a comunidade em geral, que realmente precisa da psicologia. É uma profissão do coração”.

60 anos de regulamentação

A Lei nº 4.119, de 27 de agosto de 1962, reconheceu e regulamentou a psicologia como profissão no Brasil. Já os Conselhos Federal e Regionais foram criados em 1971.

De acordo com o Serviço de Consulta Psicológica (SCP), atualmente, o Brasil tem mais de 440 mil profissionais, sendo o país com o maior número de psicólogos no mundo. O SCP tem atuação em clínicas e órgãos públicos em todos os campos de cuidado da saúde mental.
v

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022