‘FILOSOFIA DE VIDA’

Alunos exercitam inteligência e disciplina por meio do jiu-jitsu no Centro de Convivência da Juventude

Inscrições podem ser feitas no prédio da Superintendência de Programas Especiais da ALE-RR
Foto: Eduardo Andrade

Compartilhe:

Por Juliana Dama

“Filosofia de vida”. É assim que o professor Luiz da Silva, do Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), define o jiu-jitsu. Praticante há 19 anos e faixa preta há 13, ele afirma que a arte marcial transforma o corpo e a mente.

“O jiu-jitsu é um esporte que foi essencial na minha vida. Comecei em 2003 e, desde então, não parei. O esporte ensina arte, educação, cultura. É uma filosofia de vida”, disse.

Ainda conforme o professor, os benefícios da arte marcial para crianças e adolescentes atendidas pelo programa ultrapassam os limites do tatame.

“O jiu-jitsu requer uma hierarquia, disciplina, atenção e acompanhamento. É como se o que fizesse aqui [no tatame], você passasse para a sociedade lá fora, não migrando para o caminho errado e saindo das más companhias.”

Para a aluna e faixa cinza Letícia Karla Gomes, de 11 anos, o jiu-jitsu é uma paixão. Em razão da pandemia, ela passou dois anos sem praticar o esporte, mas com o retorno das atividades presenciais no centro, conseguiu voltar à ativa.

“Eu gostei muito quando fiz pela primeira vez. Falei para a minha mãe que queria continuar. Depois, comecei a ir para competições fora de Roraima, já lutei várias vezes aqui [no Estado] em campeonatos valendo medalhas. Isso me estimula cada vez mais. Gosto muito porque me incentiva a continuar, ir bem na escola, ir bem aqui nas lutas”, afirmou.

Já a aluna Letícia Santos, faixa branca de 12 anos, iniciou as aulas no centro há apenas um mês. Ela sonhava em praticar o esporte e afirma que as expectativas foram superadas durante os treinos.

“O meu primo falava que era muito bom, que o esporte trabalhava a defesa. Então falei para a minha mãe me colocar aqui no jiu-jitsu porque era o meu sonho e ela me colocou. Estou gostando muito”, disse.

Aulas de jiu-jitsu

As aulas de jiu-jitsu são ofertadas gratuitamente no Centro de Convivência da Juventude, no período da manhã e tarde. As turmas são divididas por faixa etária.

Para participar, é necessário que a criança ou adolescente tenha entre 7 e 17 anos e esteja matriculado na rede pública ou particular de ensino.

As inscrições podem ser feitas no prédio da Superintendência de Programas Especiais da ALE-RR, localizado na avenida Ataíde Teive, nº 3510, bairro Buritis, das 8h às 18h.

Os pais ou responsáveis devem apresentar cópia e original do RG, CPF, comprovante de residência, foto 3 x 4 e declaração de matrícula escolar.

Além do jiu-jitsu, o centro também oferece gratuitamente outras modalidades esportivas e culturais, como balé, judô, coral, ginástica e zumba. Todo o material pedagógico e uniformes também são disponibilizados gratuitamente aos alunos.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022