Proposta destina recursos públicos para telessaúde e educação a distância – Notícias

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

15/03/2024 – 16:18  
•   Atualizado em 16/03/2024 – 08:55

Renato Araujo/Câmara dos Deputados

Fred Linhares: tecnologia vai melhorar prestação desses serviços

O Projeto de Lei 626/24 destina pelo menos 10% dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) ao incentivo de produtos, estratégias e tecnologias para telessaúde, teleassistência e educação a distância.

“Desenvolver essas ferramentas possibilitará melhor prestação desses serviços, com ganhos de eficiência e ampliação do acesso da população”, disse o autor da proposta, deputado Fred Linhares (Republicanos-DF), ao defender a mudança.

O texto em análise na Câmara dos Deputados altera a Lei 11.540/07, que trata do FNDCT. Criado em 1969, esse fundo, hoje gerido pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), apoia a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico.

Entre outros, os recursos arrecadados pelo FNDCT têm origem nas atividades de 16 setores econômicos. Em 2023, o total ultrapassou R$ 12 bilhões. Considerados os valores atualizados pela inflação, houve queda de 0,5% em relação a 2022.


Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Educação; de Saúde; de Ciência, Tecnologia e Inovação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Da Reportagem/RM
Edição – Geórgia Moraes

Fonte: Câmara dos Deputados – Agência Câmara NotíciasAcesse aqui

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022