ORÇAMENTO 2023

Presidente da Assembleia Legislativa convida população e entidades para discutir LDO

Com intuito de tornar ainda mais participativa discussão, Poder Legislativo vai promover audiência pública
Foto: Eduardo Andrade
Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Soldado Sampaio

Compartilhe:

Por Marilena Freitas

O Projeto de Lei (PL) nº 233/2022 da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) já está tramitando na Comissão de Orçamento e Fiscalização da Assembleia Legislativa de Roraima, para receber as emendas parlamentares. A peça orçamentária está disponível para consulta pública no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) e para receber sugestões de emendas da população e da sociedade civil organizada, como sindicatos, associações e conselhos de classe.

Para consultar o PL, basta acessar o link http://sapl.al.rr.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2022/13705/msg_gov_31_2022_pldo_2023_-_assinado.pdf. O projeto deve ser votado até o fim deste mês, mas antes disso será feita uma audiência pública para discutir a LDO.

O presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio (Republicanos), disse que o Parlamento quer que a LDO deste ano conte com a participação da sociedade em geral, seja na condição de cidadão ou de organismos não governamentais.

“A atual gestão, com a Comissão de Orçamento, tem buscado promover um debate. O PL está disponível para quaisquer cidadão e segmento que tenham interesse em discutir e aprimorar a Lei de Diretrizes Orçamentárias”, explicou Sampaio.

Conforme detalhou, a população ou as entidades de classe podem enviar sugestões para a Comissão de Orçamento, que é presidida pela deputada Aurelina Medeiros (PODE) e tem como relator o deputado Gabriel Picanço (Republicanos), ou procurar o deputado que as representam para falarem sobre as demandas que entendem serem prioritárias no orçamento.

“Temos cobrado dos deputados, assim como temos colocado à disposição da sociedade roraimense, para receber as contribuições necessárias para a LDO, lei que vai balizar, por parte do Poder Legislativo, quais as diretrizes, as prioridades que devemos citar na Lei Orçamentária para o próximo ano”, explicou.

Sampaio reforçou que a contribuição popular é muito importante para a administração pública. “Fica aqui a nossa sugestão para todos os cidadãos, que têm interesse em discutir a LDO, que façam contato com os deputados, a comissão ou o SAPL, e deixem sua contribuição”.

O superintendente legislativo, Jardel Sousa, ressaltou que o PL está com o prazo aberto para receber as emendas parlamentares. Após a tramitação na Comissão de Orçamento, o projeto será encaminhado para o plenário para que todos os deputados possam votar.

“Depois de votado, é encaminhado para o Executivo para sanção e publicação. O Legislativo tem até 30 de junho para votar”, disse, ao ressaltar que após a votação da LDO, os deputados entram em recesso parlamentar.

LOA

O próximo projeto de lei a chegar à Assembleia Legislativa no segundo semestre é a LOA (Lei Orçamentária Anual), que vai tramitar na Comissão de Orçamento para receber as emendas, e, até o fim do período legislativo, o plenário aprova e encaminha para o Executivo sancionar e publicar.

“A LOA prevê as despesas e receitas do Estado para o ano de 2023. Além dela, este ano tem também o PPA [Projeto Plurianual] para ser apreciado pelos deputados. Ele deve acompanhar essa proposta orçamentária. Esse é o terceiro instrumento que norteia as ações do Executivo, que a cada quatro anos tem que apresentar à Casa Legislativa”, explicou.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022