DE MUCAJAÍ

Policiais militares mirins visitam Assembleia Legislativa para conhecerem funcionamento dos três Poderes

Projeto da PM de Mucajaí em parceria com a ALE-RR, visa melhorar a relação com a população e tirar crianças e adolescentes de 11 a 15 anos da vulnerabilidade social
Foto: Jader Souza
Projeto PM Mirim de Mucajaí, em parceria com a ALERR

Compartilhe:

Por Suzanne Oliveira

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) recebeu a visita de 42 policiais militares mirins do município de Mucajaí, na manhã desta quarta-feira (27). Durante a visita guiada os jovens participaram de uma palestra para conheceram a estrutura e o funcionamento dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

O projeto da Polícia Militar do município localizado ao Sul de Roraima é realizado em parceria com a ALE-RR e visa melhorar a relação com a população e tirar crianças e adolescentes de 11 a 15 anos da vulnerabilidade social. Dentro do curso de formação, que tem a duração de seis meses, são lecionadas matérias de reforço escolar como português e matemática, entre outras do meio militar.

“A gente conseguiu trazê-los para que eles possam entender como é a realidade do nosso trabalho, no âmbito da administração pública no geral, e isso faz parte de uma instrução no curso de formação deles que tem uma disciplina chamada palestras e passeios, onde a gente procura colocar para eles coisas que eles precisarão para o futuro”, explicou o coordenador geral do projeto, tenente PM João Paulo Silva Dantas, comandante do 4º Pelotão do município.

O estudante Emanuel Brayan Melo da Luz, de 14 anos, passou em primeiro lugar no seletivo, que ocorreu em outubro do ano passado e, hoje, é responsável pela função de logística e organização de eventos dentro do projeto.

Ele conta que soube do curso através da mãe, Cleudirene da Silva Melo, que também trabalha no 4º Pelotão de Mucajaí. “Ela conheceu [o projeto] através do tenente Dantas e me incentivou a entrar. Acho muito gratificante para mim, para estudar e conhecer mais coisas. Me ajudou bastante nos estudos e a principal lição [que aprendi] é que tenho que ter disciplina e saber como falar com as pessoas”, disse.

Apesar de ainda cursar o ensino fundamental, Brayan informou que pretende prestar concurso público para a carreira militar e entrar para a Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cipa) de Boa Vista.
Para a mãe do jovem, o curso de formação tem ajudado em sua educação e formação pessoal. “Desde que meu filho entrou, ele melhorou bastante, tanto na escola como dentro de casa. Depois do projeto, ele procurou se colocar mais como filho obediente e eu só tenho a agradecer. O Brayan tem se destacado bastante então, para mim, como mãe, é um orgulho, porque eu vejo a mudança em meu filho em todos os aspectos”, frisou Cleudirene.

Outra aluna da primeira turma é Marilane da Silva Mota, de 14 anos. A jovem também foi um dos destaques do curso de formação de oficiais mirins. De acordo com ela, os aspirantes têm como um dos objetivos “correr atrás de melhorias para o município”.

“É muito gratificante. É pesado, é porque tem a escola, o projeto, as atividades. Mas enfim, a gente tira um tempo daquilo de ficar brincando, mexendo no telefone para fazer essas situações e acaba sendo bem mais fácil. E eu gosto disso. Já não é tão pesado quanto parece ser”, esclareceu.

Ao final da manhã, os futuros formandos e as mães de alguns alunos se reuniram com o presidente da Casa, deputado Soldado Sampaio (Republicanos), que explicou aos alunos a importância do papel do parlamentar para o Estado e dos demais poderes.

“É uma forma de aproximar a Assembleia do cidadão roraimense, em especial a nossa juventude, que desde já passa a entender e compreender qual o papel do Legislativo, de cada deputado. Ele [jovem] passa a ter conhecimento dos seus direitos e deveres e poder exercer sua cidadania como futuros cidadãos roraimenses, que logo estarão exercendo o voto, o direito de escolha e nada melhor que a gente conhecer e repassar conhecimento a esses jovens”, destacou Sampaio.

Atualmente, 50 alunos estão matriculados no curso de formação que conta com duas turmas e funciona no prédio da Escolegis (Escola do Legislativo) de Mucajaí. A primeira iniciou em outubro do ano passado e a formatura está prevista para ocorrer em maio. Já a segunda foi preenchida este mês. Ao todo, 232 jovens concorreram para 25 vagas.

Leia também:

ANIVERSÁRIO MUNICIPAL TV Assembleia aborda aspecto religioso em reportagem especial sobre os 69 anos de Caracaraí | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

100 VAGAS Inscrições para cursos presenciais de Informática na Escolegis iniciam na próxima semana | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

Em Cannes, MinC celebra presença do audiovisual brasileiro no exterior — Agência Gov

Postado em 27 de maio de 2024

Governo vai abrir edital para que municípios recebam equipamentos de TV digital – Notícias

Postado em 27 de maio de 2024