DEFESA DO CONSUMIDOR

Noivos seguem orientação do Procon Assembleia e planejam festa de casamento

Órgão aconselha que contratante pesquise reputação dos fornecedores e até faça prova do bufê antes da festa
Foto: Eduardo Andrade
Diretora do Procon Assembleia, Mileide Sobral

Compartilhe:

Por Marilena Freitas

Aos 45 anos, a técnica de enfermagem Lucineia Mendes vai realizar o sonho de se casar na igreja, seguindo o ritual tradicional que a cerimônia religiosa exige. Os preparativos da solenidade têm tirado o sono dela, mas não é por falta de planejamento. É que a história desse casamento está carregada de emoções.

“Estou muito ansiosa, tem noite que não durmo. A ansiedade aumenta na hora de pagar os fornecedores, apesar de eu ter me organizado bastante para esse momento, mas não tem jeito, bate o nervosismo”, contou.

Lucineia não está passando por aborrecimentos com os fornecedores porque seguiu as orientações do Procon Assembleia. Uma delas é pesquisar antes de contratar.

“O planejamento é essencial, principalmente para quem vai se casar e quer ter o mínimo de problemas possível nesta data especial. É importante pesquisar a reputação dos profissionais e das empresas, e que os acordos sejam feitos por escrito e assinados por ambas as partes”, disse a diretora do Procon, Mileide Sobral.

Entre as recomendações, está a de fazer antes do evento “a prova do cardápio que será oferecido no dia da solenidade”. Mileide destacou que o Procon está sempre aberto para auxiliar a população.

“Se o consumidor tiver o interesse, pode enviar o contrato para o Procon verificar se as cláusulas são claras e bem objetivas, com os prazos bem definidos. O cliente também deve ficar atento à venda casada, que é uma prática proibida pelo Código de Defesa do Consumidor”, acrescentou.

Para Lucineia, as dicas do Procon são sempre bem-vindas. “É um trabalho muito bom, principalmente para os noivos, porque não é só a noiva que fica nervosa nessa hora, ainda mais quando se trata dos gastos”, disse.

Atenta a todos os detalhes, ela iniciou os preparativos há aproximadamente um ano. Neste percurso de pesquisa, a noiva se deparou com um fornecedor que, apesar de ter sido indicado por amigos, a levou a se recusar a aceitar a proposta.

“Ainda em março, um fornecedor me pediu para eu pagar antecipadamente o valor total do serviço. E para me convencer, me deu até desconto, mas o meu noivo disse logo que não se paga serviço antecipado. Tivemos todos esses cuidados e fizemos contratos por escrito com todos os sete fornecedores para não sermos enganados. E o contrato é uma segurança também para o fornecedor, que quer ter a certeza de que vai pegar o serviço”, ressaltou.

Na organização de uma cerimônia como essa, são naturais os ajustes. “Pensamos em tudo, mas sempre está faltando alguma coisinha e isso acarreta mais gastos. E por ser maio, considerado o mês das noivas, tudo é mais caro. Mas nada disso importa, o importante é que estou realizando o meu sonho que é me casar na igreja”, afirmou.

Noivos se conheceram por aplicativo de namoro

A história de Lucineia com Reginaldo Nunes Barbosa começou em 2019, quando se conheceram por um aplicativo de namoro. Ela morava em Rondônia e ele, em Roraima.

Depois do contato virtual, Lucineia veio a Boa Vista conhecê-lo pessoalmente e sua família. Esse encontro presencial contribuiu para aumentar o sentimento entre os dois. Em dezembro do mesmo ano, foi a vez de Reginaldo conhecer a família dela. Com a bênção das duas famílias, no ano seguinte Lucineia decidiu que era hora de deixar tudo para trás e se mudar para Roraima para viver sua história de amor.

“Pedi minhas contas, deixei minha casa, larguei tudo e vim embora para Roraima. Estou muito feliz com a decisão que tomei. Meus filhos estão felizes, inclusive, um deles vai entrar comigo na igreja. Minha mãe já está aqui. Estou realizando um sonho de menina”, disse contente.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022