NAS ESCOLAS Procon Assembleia inicia Semana do Consumidor com foco na educação de jovens | ALE-RR

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

A Escola Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral (EMTI) América Sarmento Ribeiro, no bairro Pintolândia, zona Oeste de Boa Vista, foi palco, nesta terça-feira (12), da abertura da programação do Procon Assembleia para a Semana do Consumidor. A iniciativa, que se estende até sexta (15), visa conscientizar os jovens sobre seus direitos e responsabilidades como consumidores.

A palestra, adaptada para os alunos do 3º ano da escola, na faixa etária de 16 a 20 anos, abordou o Código de Defesa do Consumidor (CDC) em linguagem acessível. Temas como publicidade enganosa, políticas de troca, compras online e garantia de produtos foram discutidos, além de assuntos atuais como o “Jogo do Tigrinho”, jogo de azar impulsionado por influencers nas redes sociais, e a forma de pagamento instantâneo Pix.

Passamos informações sobre o direito do consumidor, mas com uma linguagem acessível. É um desafio do Procon conversar com essa parcela mais jovem e despertar o interesse de fazer compras online de forma consciente. Eles já têm contas em bancos, fazem Pix, mas precisam saber as consequências de um Pix feito errado, por exemplo. Tudo isso foi demonstrado”, explicou a diretora do Procon, Mileide Sobral.

Ampliação

Para a professora da disciplina eletiva 2, Sandra Megliato, a iniciativa do Procon Assembleia é de grande importância para a formação dos alunos que moram na periferia e em breve vão entrar no mercado de trabalho.

São importantes essas informações pelo fato de sermos de escolas mais afastadas, geralmente de periferia, e as informações não chegam para nós como chegam às escolas centrais. Para eles, é importante porque serve para o crescimento intelectual e o preparo para o mercado de trabalho”, afirmou a docente.

Segundo Mileide Sobral, a ideia é expandir a conscientização para as escolas fora do centro. “Esse foi um pedido da presidente do Procon [deputada Tayla Peres], porque talvez existam outras localidades que não tenham ações como essa com tanta frequência. Então, pedimos para ampliar esse raio e alcançar esses consumidores mais afastados”, adiantou Sobral.

Teoria e prática

Os alunos que participaram da palestra aprovaram a iniciativa.

Eu aprendi muita coisa que não sabia e pretendo utilizar esse conhecimento quando for comprar alguma coisa”, destacou Brenda de Sousa, de 16 anos, que ficou surpresa ao saber que o Poder Legislativo conta com um órgão de defesa consumerista.

Silvan Bandeira, de 16 anos, aproveitou o momento para tirar dúvidas sobre a política de fretes para a Região Norte.

Essa era uma curiosidade minha, porque já comprei alguns produtos e diziam que tinha frete grátis, mas depois informavam [que o frete] não era para cá, então queria saber se isso era legal”, disse o estudante.

Ele descobriu que, caso não haja indicação clara no anúncio sobre as restrições do frete, o Procon pode ser acionado, já que a prática configura publicidade enganosa.

Já o estudante mais velho da turma, Kelven Lucas, de 20 anos, trabalha em uma panificadora e prometeu colocar em prática o aprendizado tanto no trabalho como na vida pessoal.

Eu já conhecia algumas coisas, mas muitas que eles explicaram foram novidade. E agora também vou saber como agir quando fizer algo errado”, garantiu.

Confira o restante da programação que segue até sexta-feira em mais três escolas da zona Oeste da capital.

Escola Estadual Fagundes Varela

R. Macapá, 860 – Nova Cidade

Colégio Estadual Militarizado Tancredo Neves

R. Leôncio Barbosa, 1186 – Tancredo Neves

  • Sexta (15.03), às 16h (Dia do Consumidor)

Escola Estadual Voltaire Pinto Ribeiro

Av. São Joaquim, 1584 – Dr. Silvio Leite

Origem

A Semana do Consumidor é um período comemorativo ao Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março. Originalmente, a data era chamada de Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. Mais do que simples promoções, a semana visa conscientizar os compradores sobre como se protegerem e conhecerem seus direitos.

A origem dessa celebração remonta a 1962, com a criação do Dia do Consumidor pelo então presidente americano John F. Kennedy.

Atendimento Procon

Em caso de dúvidas ou problemas com os serviços, o consumidor pode procurar o Procon Assembleia, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na sede da Superintendência de Programas Especiais, localizada na Avenida Ataíde Teive, 3510, bairro Buritis. Também é possível buscar atendimento pelo WhatsApp (95) 98401-9465 e por meio do site al.rr.leg.br/procon.

Texto: Suellen Gurgel

Fotos: Marley Lima

SupCom ALE-RR

Fonte: ALE-RR | Assembleia Legislativa de Roraima – Leia mais

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022