Mulheres são maioria na 1ª Oficina de Modelagem de Negócios de 2024 | ASN Roraima

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Cerca de 33 empreendedoras participaram da programação na noite de terça-feira, 23, no Sebrae Airton Dias

Há seis anos, Veronica Rodriguez, veio para Roraima começar uma nova vida, trabalhou com ajuda humanitária e viu esse ciclo se encerrar no ano passado. Em novembro, ela começou a costurar ecobags e estojos, nesse hobbie encontrou uma possibilidade de se reinventar mais uma vez aos 52 anos. Para isso, decidiu fazer parte da 1ª Oficina de Canvas: Modelagem de Negócio realizada pelo Sebrae/RR nesta terça-feira, 23.

O Canvas é uma ferramenta que permite o futuro empreendedor visualizar a sua ideia e analisar se ela pode realmente sair do papel, e era exatamente isso que Veronica estava buscando, entender se o seu hobbie poderia se tornar fonte de renda.

Comecei a fazer as peças para mim e pra minha saúde mental, minhas amigas gostaram e começaram a perguntar se eu não iria vender, e estou testando. Então me inscrevi para ter uma ideia mais clara de como fazer aqui em Boa Vista, porque é diferente, trazemos uma experiência de outro país em que os negócios são diferentes. Preciso saber se é sustentável fazer esse negócio, quais os prós e contras, contou Veronica.

Empreendedora Veroniza Rodriguez.

O facilitador da Oficina foi o analista do Sebrae, Fransllyn do Nascimento, que conduziu os participantes a modelarem suas ideias do negócio respondendo perguntas: como? o que? E para quem?

Ele não substitui o plano de negócio que precisa de máximas condições, mais conhecimento, mas ele em um único quadro permite uma visão geral do que se está vendendo, o que, como funciona, os custos que envolve isso, as receitas. Então fornecemos esse tempo de as pessoas pensarem em estratégias, a partir daí tomarem decisões mais assertivas, centrada no cliente, explicou Fransllyn.

Facilitador da Oficina, analista do Sebrae, Fransllyn do Nascimento.

O início no ano é um momento de novas oportunidades e de colocar em prática as metas estabelecidas. Uma outra empreendedora que decidiu buscar novas possibilidades em 2024 foi a Glábia Feitosa, de 24 anos. Ela trabalha na área da estética, e recentemente formalizou seus atendimentos a domicílio, conciliando com um trabalho que já desenvolve em outro lugar. Na oficina, buscou entender como pode se tornar independente por meio do seu trabalho.

Faço atendimento home care e já um tempo que estou em busca de abrir um MEI, o principal motivo é a vontade de empreender e ter o meu ponto físico, a minha própria estética, compartilhou a jovem.

Assim como elas, cerca de 33 pessoas participaram da programação, em sua maioria mulheres que estão em processo de formalização, em busca de firmar seus negócios como forma de renda.

Lei a notícia completa na Agência Sebrae de Notícias – Clique Aqui!

PUBLICIDADE

Leia também:

PREVIDÊNCIA SOCIAL Ministro assina termo de cooperação para implantar núcleo em Amajari | ALE-RR

Postado em 4 de março de 2024

Projeto inclui vacinas contra herpes-zóster e infecção pneumocócica no programa de imunização – Notícias

Postado em 3 de março de 2024

Sebrae/RR e Setrabes se reúnem para discutir sobre parceria e projeto para empreendedorismo entre as mulheres | ASN Roraima

Postado em 3 de março de 2024

Belo Monte é usina que menos emite gases de efeito estufa na Amazônia

Postado em 3 de março de 2024