Governo de Roraima participa de reunião para acordo de transporte rodoviário internacional entre Brasil e Guiana – GOVERNO DE RORAIMA

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Para auxiliar na construção de um acordo de transporte rodoviário internacional de passageiros e cargas entre o Brasil e a República da Guiana, o Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), promoveu nesta quarta-feira, 13, uma reunião com a participação do MRE (Ministério de Relações Exteriores), ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) e a delegação política do país vizinho.

O acordo de transporte rodoviário internacional de passageiros e cargas entre Brasil e Guiana foi assinado no ano de 2003. No entanto, ainda existem pendências técnicas a serem resolvidas entre os dois países. O processo é discutido em reuniões regulatórias com entidades dos dois países e participação do Governo do Estado, que estimula a conclusão do documento para beneficiar o cenário econômico de Roraima, que tem intensificado laços comerciais e culturais com o país caribenho.

Dentre os temas discutidos, foram destacadas a relação de linhas e operadoras, tarifas de serviços, definição das rotinas de cargas, licenças, frotas, seguros, eliminação de obrigatoriedade de passaporte para os motoristas dos veículos de passageiros e cargas.

O Governo e os participantes debateram ainda a cooperação técnica, início operacional das linhas e outros assuntos aduaneiros. O evento aconteceu no auditório do Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Roraima)

O governador Antonio Denarium afirmou durante a reunião que as relações de investimentos entre Brasil e Guiana são extremamente importantes para o desenvolvimento econômico de ambos países.

“Nos últimos anos o Governo de Roraima tem auxiliado nessas discussões porque nosso Estado está na fronteira, então viemos estreitando essa participação para acordos fundamentais com a Guiana, inclusive, já atuando em conjunto na infraestrutura de estradas e pontes que conectam Linden à Lethem. Dessa forma, nossas relações comerciais já são bem amplas e já temos exportação de farelo de soja, carne bovina, aço, telhas e tijolos, brita, gêneros alimentícios em geral e demais produtos”, declarou.

Para o secretário-adjunto da Seadi, Marlon Buss, o alinhamento de transportes entre os dois países é crucial para atender a diversidade de demandas de ambos os mercados.

“Temos realizado passos importantes também fomentando o agronegócio roraimense com a Guiana. Possuímos viabilidade produtiva também para atender o mercado caribenho, importando insumos necessários, sobretudo, agregando economia, favorecendo trabalho e renda. É por isso a importância da concretização desse acordo”, reforçou Buss.

O presidente da Facirr (Federação das Associações Comerciais e Industriais de Roraima), Vaneri Verri, também avaliou o encontro.

“Este acordo é a base para o sucesso dos negócios em grandes volumes. E essa luta que já perdura por um longo tempo deve ser justa para as duas nações, no que os nossos vizinhos também possam movimentar a economia comercial roraimense, além do turismo”, comentou.

Destacando a operacionalização das negociações internacionais, o coordenador Eduardo Oestreicher concluiu.

“O pacto de transporte rodoviário internacional de passageiros e cargas entre Brasil e Guiana é importante não somente para o nosso país, mas sobretudo para Roraima, sendo que esse acordo foi assinado ainda em 2003. Desde então, caminhamos com reuniões regulatórias, restando pouco para que possamos finalizar tudo isso, lidando agora apenas com pontos cruciais”.

De Governo de Roraima / SECOM – Acesse a matéria completa – aqui.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022