Encontro Coletivo ALI Rural capacita produtores rurais em Rorainópolis | ASN Roraima

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Na última quinta-feira, o município de Rorainópolis, em Roraima, sediou o Encontro Coletivo ALI Rural, uma iniciativa promovida pelo SEBRAE em parceria com instituições locais, visando capacitar produtores rurais da região. O evento contou com palestras informativas e esclarecedoras sobre a plantação da cultura do maracujá e o Selo Artesanal.

Palestra 1 – Plantação da Cultura do Maracujá

A primeira palestra, ministrada por Alexander Guivares, do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Roraima (IATER), abordou estratégias e práticas para o cultivo bem-sucedido do maracujá. Guivares compartilhou conhecimentos fundamentais para a produção agrícola, destacando a importância da diversificação de culturas na região.

Palestra 2 – Selo Artesanal

Cristiane Pedrosa, Chefe do Núcleo de Inspeção Vegetal da Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima (ADERR), trouxe esclarecimentos cruciais sobre o Selo Artesanal. Ela ressaltou a relevância da parceria entre a ADERR e o Sebrae na capacitação dos produtores, enfatizando que o selo artesanal agrega valor aos produtos, proporcionando confiança aos consumidores.

“O consumidor vai acreditar que aquele produto foi inspecionado por um profissional adequado, credenciado e instruído, desde a recepção da matéria-prima até o produto final pronto para ser comercializado, afirmou Pedrosa.

Missnalva Andrade, produtora de hortifruti orgânico.

Diversos produtores rurais expressaram sua satisfação e a importância do evento para suas atividades. Missnalva Andrade, produtora de hortifruti orgânico, destacou a relevância das informações adquiridas sobre o selo artesanal, apesar da polpa não ser incluída.

“Entendi que posso buscar outros caminhos para inserir o selo artesanal, planejo aplicar o conhecimento adquirido para melhorar a produção e diversificar os produtos ofertados para o município”conta.

Ana Marina, bolsista do ALI Rural.

Ana Marina, bolsista do ALI Rural, resumiu o objetivo do encontro, enfatizando a importância de suprir a demanda de conhecimento para a regularização de produtos, especialmente no polo produtor de polpa de fruta da região.

Itamira Soares, gestora do ALI, destacou que a realização dessas oficinas oferece aos produtores acesso a conhecimentos específicos relacionados à produção e regulamentações.

“A combinação da oficina de selo artesanal com a promoção da cultura do maracujá pode ter impactos positivos multifacetados, desde aspectos econômicos até ambientais e sociais, fortalecendo a comunidade e diversificando as oportunidades para os produtores aqui do município” afirmou.

O Encontro Coletivo ALI Rural em Rorainópolis mostrou-se uma iniciativa valiosa para impulsionar o desenvolvimento sustentável e a prosperidade dos produtores rurais, capacitando-os com as ferramentas necessárias para enfrentar os desafios do setor agropecuário no município.

Lei a notícia completa na Agência Sebrae de Notícias – Clique Aqui!

Leia também:

Exército apura arsenal em apartamento incendiado em Campinas

Postado em 27 de fevereiro de 2024

AÇÃO FISCALIZATÓRIA Comissão de Saúde da ALE-RR discute necessidade médica em Hospital Geral de Roraima | ALE-RR

Postado em 26 de fevereiro de 2024

Caer realiza mutirão para revisão das faturas de água   – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 26 de fevereiro de 2024

MDHC apresenta a ministérios, na Casa Civil, eixos que comporão o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa — Agência Gov

Postado em 26 de fevereiro de 2024