IMPACTOS NEGATIVOS

Dhiego Coelho denuncia empresários do agronegócio que descumprem lei ambiental

Deputado fez denúncias durante discurso na sessão plenária desta terça-feira
Foto: Tiago Orihuela

Compartilhe:

Por Kátia Bezerra

“Aqueles que produzem soja, milho e outras culturas em Roraima podem ter sua produção comprometida, e isto vai prejudicar nosso setor produtivo. Essa paralisação está em vias de acontecer, somente para prejudicar uma única empresa, da qual foi solicitado que se faça o EIA/RIMA [estudo de impacto ambiental/relatório de impacto ambiental] para que ela continue atuando no Estado”, revelou.

O parlamentar afirma que o Governo do Estado, por meio da Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), liberou do EIA/RIMA os grandes produtores de Roraima, e somente uma empresa de reflorestamento estaria sendo obrigada a emiti-lo. O documento é obrigatório para o licenciamento ambiental.

A norma a que se refere o parlamentar é a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), de 1986, que estabelece as definições, responsabilidades, critérios básicos e as diretrizes gerais para uso e implementação da Avaliação de Impacto Ambiental como um dos instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente.

Explicações pessoais

De forma remota, a deputada Aurelina Medeiros (Podemos) fez uma breve explicação sobre o papel do Conama e demonstrou ser contrária à resolução. “O Conama é a grande desgraça do meio ambiente, que impede até hoje de termos o Zoneamento Econômico-Ecológico de Roraima”.

Leia também:

Pesquisa sobre mídia cívica indica ruptura com conceitos tradicionais

Postado em 16 de junho de 2024

Polícia Civil participa de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

Postado em 16 de junho de 2024

TERAPIA E RENDA EXTRA Alunos concluem curso de pintura em tecido na Escolegis do bairro Santa Luzia | ALE-RR

Postado em 15 de junho de 2024

Comissão aprova licença-maternidade de 180 dias para bombeira e policial – Notícias

Postado em 15 de junho de 2024