CENTRO DE CONVIVÊNCIA

Aulas gratuitas de caratê levam inclusão social para crianças do Pedra Pintada

Unidade tem 60 alunos de 7 a 17 anos matriculados na arte marcial
Foto: Eduardo Andrade

Compartilhe:

Por Juliana Dama

O equilíbrio entre corpo e mente são as bases fundamentais do caratê. Com aulas gratuitas ofertadas pelo Centro de Convivência da Juventude do bairro Pedra Pintada, 60 crianças trabalham a habilidade para desenvolver uma vida saudável.

De acordo com a coordenadora do polo, Suzana França, além de moradores do Pedra Pintada, a unidade também tem alunos do Monte das Oliveiras, Said Salomão e Monte Cristo, bairros mais afastados da região central da capital.

“Vimos a necessidade de trazer essas crianças para fazer outras atividades porque o bairro, por ser distante, não tem atividades nem praças. O polo surgiu como uma oportunidade para a criança buscar seus sonhos e acreditar que o esporte pode mudar a vida delas”, afirmou a coordenadora.

A dona de casa Janine da Silva foi uma das moradoras que aproveitou a oportunidade. Com a limitação de recursos financeiros, ela afirma que enxergou a abertura do polo, inaugurado há menos de um mês, como incentivo para o desenvolvimento dos filhos de 7 e 15 anos.

“Eu acho muito bom para o desenvolvimento deles, não ficarem em casa ociosos, na frente da televisão ou celular. A minha filha já queria fazer esporte, mas a situação financeira em casa não ajudava, pois eu estou desempregada e meu marido voltou a trabalhar recentemente. Quando apareceu o programa, foi a melhor coisa para gente”, disse.

Filho de Janine, Arthur Juliam da Silva, de 7 anos, já se encantou pelo esporte. O treino e a interação com a turma são aguardados por ele com muita animação. “Eu gosto muito de treinar, aprender e falar com meus coleguinhas. A parte mais divertida é quando a gente faz brincadeirinhas”.

Para o professor Moisés Alves Totes, faixa marrom na arte marcial, poder contribuir para o crescimento de crianças e adolescentes é recompensador. Ele afirma que o caratê vai além da prática esportiva, que deve ser levada para todos os aspectos da vida.

“Iniciamos o projeto agora e está sendo muito gratificante. O caratê não é só uma arte de luta, mas uma filosofia de vida. É algo além de lutar. É o comportamento em casa e na escola. A criança que quiser treinar, tem que se interessar na escola também. A disciplina é o principal, porque às vezes os pais não têm tempo, precisam trabalhar, e é aí que entra o professor”, explicou.

Aulas de caratê
As aulas de caratê ocorrem às terças e quintas-feiras na sede do polo do Pedra Pintada, localizado na Avenida Diamante, número 1227. São três turmas com 20 alunos cada, nos horários das 16h, 17h e 18h.

Atualmente, todas as vagas estão preenchidas, mas os moradores podem fazer parte da lista de espera. Basta ir até o polo, levando documento com foto e declaração da escola para se cadastrar. Em caso de surgimento de vagas, a equipe entra em contato com os pais.

O polo do Pedra Pintada atende até o momento 250 pessoas, entre crianças e adolescentes nas aulas de balé, capoeira, caratê, futebol de campo e society, e adultos nas aulas de zumba.

Texto: Juliana Dama
Fotos: Eduardo Andrade
SupCom ALE-RR

Leia também:

CONTRAPOSIÇÃO Coronel Chagas defende governador de Roraima em pronunciamento na tribuna da ALE-RR | ALE-RR

Postado em 29 de maio de 2024

Tragédias climáticas: 94% das cidades brasileiras pecam na prevenção

Postado em 29 de maio de 2024

Sebrae/RR abre processo seletivo para vagas com remuneração de até R$ 5.232,10, mais benefícios | ASN Roraima

Postado em 29 de maio de 2024

‘LUZES E SOMBRAS DA AMAZÔNIA’ Exposição fotográfica na Assembleia Legislativa revela beleza singular de Roraima | ALE-RR

Postado em 29 de maio de 2024