VERMELHA E LARANJA

Alunos de Karatê do Centro de Convivência da Juventude trocam de faixa após exame de graduação

Quase 130 crianças e adolescentes estão matriculados na modalidade; doze passaram no teste e os demais receberam os primeiros quimonos e faixas brancas
Foto: Marley Lima
'Alunos de Karatê do Centro de Convivência da Juventude, durante exame de graduação

Compartilhe:

Por Suzanne Oliveira

Após seis meses de muito treino e dedicação, 12 alunos praticantes de Karatê no Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), passaram no exame de troca de faixa: amarela para vermelha e vermelha para laranja. O evento ocorreu neste sábado (4), na escola Estadual Pastor Fernando, no bairro Caranã.

Durante a cerimônia, também foram entregues os primeiros quimonos e faixas brancas para novos alunos.

“Nós acreditamos que o esporte forma campeões. Não só no esporte, mas também campeões para a vida. Através desse trabalho, nós estamos contribuindo na formação desses jovens, para que eles se tornem cidadãos úteis à nossa comunidade”, disse Damosiel Alencar, superintendente de Programas Especiais, onde funciona o Centro de Convivência da Juventude.

Tiffany Galvão, de 13 anos, trocou a faixa vermelha (Aka obi) pela laranja (Daidaiiro obi). Ela pratica a modalidade há três anos e sua meta é chegar na tão sonhada faixa preta.

“Antes de entrar no esporte, eu pesquisei e me identifiquei muito. Estou até hoje e pretendo ficar até conseguir a preta. É meu objetivo. Estou muito feliz. Sempre gostei de participar dos exames e agora estou com a laranja. É muito emoção”, contou a jovem.

Para a mãe da Tiffany, a cabeleireira Deysiane Marinho, a ascensão de faixa da filha é motivo de orgulho.

“É uma emoção muito grande. Para mim, ela só tinha entrado por diversão. Quando ela mudou de faixa pela primeira vez, aí eu disse: ‘agora o negócio é sério’. Que venha a preta, que é o que a gente almeja. Ela é muito focada. O que ela já aprendeu, passa para os outros colegas. É muito dedicada”, frisou Deysiane.

Outro aluno que também conseguiu a faixa vermelha foi Luan Diogo Vidal, de 11 anos. “Estou muito feliz. Queria muito isso e agora eu pude realizar. Evoluir de faixa é uma coisa muito boa, pois é uma mudança de nível. Eu gosto muito de artes marciais e sempre quis fazer. Me esforço muito para tirar notas boas na escola e ser um bom cidadão. O Karatê ensina isso”, destacou Luan.

O Centro de Convivência da Juventude recentemente fez parceria com a academia de Karatê Shotokan, que há dez anos desenvolve o projeto ‘Bom Cidadão’. A iniciativa objetiva incluir no esporte crianças em situação de rua.

O professor e presidente da Federação do Estado de Roraima de Karatê, Harrison Lima, falou sobre a importância da união das instituições.

“Nós estamos com esse projeto com a Assembleia Legislativa, que hoje, realmente, foca não só no esporte, mas na filosofia, visando a formação do atleta, para que ele seja um bom aluno, um bom filho, um bom vizinho. Isso é o que queremos: construir um cidadão para a sociedade”, pontuou Lima.

Em Boa Vista, o Centro de Convivência da Juventude atende 127 alunos de 6 a 18 anos, só na categoria. No local, são ofertadas ainda outras artes marciais como taekwondo, jiu-jitsu e judô. Atualmente, são disponibilizadas 70 vagas para o Karatê. Os treinos são às terças e quintas-feiras, de manhã e de tarde, na Superintendência de Programas Especiais, que fica na avenida Ataíde Teive, 3510, bairro Buritis.

Leia também:

ANIVERSÁRIO MUNICIPAL TV Assembleia aborda aspecto religioso em reportagem especial sobre os 69 anos de Caracaraí | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

100 VAGAS Inscrições para cursos presenciais de Informática na Escolegis iniciam na próxima semana | ALE-RR

Postado em 27 de maio de 2024

Em Cannes, MinC celebra presença do audiovisual brasileiro no exterior — Agência Gov

Postado em 27 de maio de 2024

Governo vai abrir edital para que municípios recebam equipamentos de TV digital – Notícias

Postado em 27 de maio de 2024