ATÉ 70%

Procon Assembleia alerta sobre direitos do consumidor em promoções na ‘Semana do Brasil’

Black Friday brasileira reúne diversos segmentos comerciais de lojas físicas e virtuais; campanha iniciou no domingo (4) e segue até 10 de setembro
Foto: Jader Souza

Compartilhe:

Por Suzanne Oliveira

Eletroeletrônicos, celulares e calçados estão entre os mais variados itens que podem estar com até 70% de desconto durante a “Semana do Brasil”, a Black Friday brasileira, que iniciou nesse domingo (4) e segue até 10 de setembro.

O movimento do governo federal e Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV), que ocorre na semana do feriado de 7 de setembro, teve início em 2019 e, desde então, tem feito sucesso entre os consumidores brasileiros que aguardam ansiosos pela data que este ano vai até 10 de setembro.

As ofertas e os grandes descontos, a princípio, podem ser bastante atrativos para o consumidor. Porém, ele deve ficar atento para saber se vale a pena ou não comprar aquele produto em promoção. Pensando nisso, o Procon Assembleia detalhou as principais orientações que devem ser levadas em conta no momento da compra.

“A gente pede que o consumidor pesquise preços, verifique a confiabilidade das lojas, se esses descontos oferecidos realmente definem o menor preço daquele produto. Se as compras forem online, alguns cuidados são muito importantes, como pesquisar se a empresa tem CNPJ [Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica], endereço fixo, se possui um SAC [Serviço de Atendimento ao Consumidor] e se o prazo de entrega vai satisfazê-lo”, pontuou a diretora do órgão, Mileide Sobral.

Com relação a produtos com defeitos e avarias, a diretora esclareceu que eles podem ser vendidos, desde que o funcionamento não seja comprometido e o cliente seja informado. Além disso, segundo Mileide, o produto adquirido na promoção deverá atender aos quesitos de qualidade e garantia.

“Todo objeto vendido que tenha algum arranhão ou alguma outra coisa, e o cliente o adquira com algum desconto, relativamente razoável, ele tem de saber o que aconteceu com aquele produto. Se foi trocada alguma peça, se tem defeito que o descaracterize, e, mesmo assim, ele queira levar, tudo isso faz parte do direito à informação. Ainda que o produto seja posto em promoção, as garantias continuam a ter validade”, ressaltou.

Comércio

O varejo boa-vistense também se prepara para a Black Friday brasileira. Para Thiago Melo, gerente de uma loja de artigos femininos, a expectativa para as vendas é a melhor possível. Essa é a primeira vez que o estabelecimento gerenciado por ele participa da semana de promoções.

“Pensando em nosso público, que é o feminino, selecionamos vários acessórios, como bijuterias, que atraem bastante a clientela, com um bom desconto para elas, tudo para que levem mais produtos”, informou.

Para ele, a “Semana do Brasil” vai beneficiar tanto clientes quanto lojistas.

“A nossa expectativa é a mesma de todos os empresários: que possamos aquecer o comércio e proporcionar um bom desconto para nossas compradoras e, assim, beneficiar os dois lados”, concluiu.

Texto: Suzanne Oliveira
Fotos: Jader Souza
SupCom/ALE-RR
05.09.2022

Leia também:

‘IncluirPod’ Com participação de ouvintes e convidados, primeiro episódio de podcast da Rádio Assembleia tira dúvidas sobre TEA | ALE-RR

Postado em 20 de abril de 2024

FGV publica resultado preliminar da prova de títulos no Edital 2 do concurso da Câmara – Notícias

Postado em 20 de abril de 2024

Lei Paulo Gustavo permite pluralidade a diversificação da produção local — Agência Gov

Postado em 20 de abril de 2024

Show de Roberto Carlos é cancelado por falta de segurança no Pacaembu

Postado em 20 de abril de 2024