Mulheres migrantes e refugiadas são capacitas com oficina sobre edição de vídeos para redes sociais | ASN Roraima

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

A ação aconteceu nesta quarta-feira,18, no Auditório do Serviço Jesuíta ao Migrante e Refugiado (SJMR)- localizado na Avenida Ataíde Teive, 2386, Liberdade.

Fomentando o empreendedorismo entre as mulheres migrantes e refugiadas, em especial venezuelanas, o Sebrae Roraima em parceria com a ONU Mulheres promoveu uma tarde de aprendizagem com a oficina “Edição de vídeo pelo celular” com o objetivo de apresentar ferramentas digitais que possam ajudá-las a expandirem ou iniciarem seus empreendimentos.

Reunindo aproximadamente 19 mulheres, a oficina orientou as participantes sobre as ideias básicas que podem ser usadas na edição de um vídeo de maneira criativa e prática.

Ítallo Franco, analista da Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae/RR e palestrante da tarde, enfatizou a importância da ação para o desenvolvimento pessoal e profissional dessas mulheres que estão em busca de conhecimento e melhorias.

“Foi muito interessante ver como elas aprenderam de forma rápida, pois muitas estão iniciando seus negócios e a maioria não conheciam o aplicativo Cap Cut que é uma ferramenta gratuita de edição de vídeo que oferece vários recursos como filtros, efeitos de transição, legendas e trilhas sonoras que podem ser utilizadas de forma estratégica para atrair mais clientes e consolidar sua marca no mercado” esclareceu o analista.

Para facilitar o aprendizado e desenvolver as habilidades das participantes foi realizado uma atividade prática onde cada uma gravou um vídeo e o editou através do celular.

vanny Cadenas, migrante venezuelana.

Dentre elas estava, Ivanny Cadenas, migrante venezuelana que compartilhou o seu sonho em abrir uma loja de produtos naturais/fitness.

“Apesar de ainda não está no mercado, sei da importância das redes sociais para o engajamento de um negócio e a aula foi proveitosa, pois o conteúdo passado vai ser algo que pretendo utilizar na minha futura empresa” adicionou.

Belkis Perez, proprietária da Dulce gelados e Congelados Garper.

A empreendedora e proprietária da “Dulce gelados e Congelados Garper”, Belkis Perez, pontuou que melhorar o marketing digital é um pilar importante para o seu negócio considerando que grande parte de seus clientes vieram dos aplicativos de vídeo TikTok e Kwai.

“Gravo minha rotina de preparação e também dos produtos que faço, então meu público é atraído com essa dinâmica. E esse espaço de qualificação e apoio foi muito importante porque nos ajudou a melhorar nossas estratégias de vendas pela internet e alcançar um público novo” afirmou a participante.

Esse foi o 5º encontro de uma série de oficinas e palestras com temas voltados para o empreendedorismo que está sendo desenvolvido pela parceria entre Sebrae/RR e Onu Mulheres.

“Iniciamos essas atividades no dia 20 de setembro fornecendo para esse público material e conhecimento para que elas possam colocar em prática nos seus negócios, pois o objetivo é capacitar essas mulheres e deixá-las ainda mais preparada para o mercado” finalizou a analista técnica do Sebrae/RR, Adlany Oliveira.

“WhatsApp Business e Instagram”, “Planejamento de negócio com a modelagem de Canvas”, “Empreendedorismo Feminino, Mulher no Mercado de Trabalho” e “Formalização do MEI”, foram os assuntos abordados nos encontros anteriores.

Lei a notícia completa na Agência Sebrae de Notícias – Clique Aqui!

Leia também:

Exército apura arsenal em apartamento incendiado em Campinas

Postado em 27 de fevereiro de 2024

AÇÃO FISCALIZATÓRIA Comissão de Saúde da ALE-RR discute necessidade médica em Hospital Geral de Roraima | ALE-RR

Postado em 26 de fevereiro de 2024

Caer realiza mutirão para revisão das faturas de água   – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 26 de fevereiro de 2024

MDHC apresenta a ministérios, na Casa Civil, eixos que comporão o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa — Agência Gov

Postado em 26 de fevereiro de 2024