MOBILIZAÇÃO Procuradoria Especial da Mulher e Programa de Direitos Humanos, da ALERR, participam de ação pelo fim da violência contra mulher | ALE-RR

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

A Assembleia Legislativa de Roraima, representada pela Procuradoria Especial da Mulher e Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, participou no fim da tarde desta sexta-feira (24), em frente à sede do Poder Legislativo, da mobilização da Rede de Apoio pela Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, a iniciar neste sábado (25) em todo o Mundo.

Em Roraima, a Campanha começou no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. A mobilização reuniu representantes do Poder Legislativo, Casa da Mulher Brasileira e polícias Civil e Militar de Roraima.

A deputada e procuradora Especial da Mulher, Joilma Teodora (Podemos) participou do encontro e ajudou na distribuição do material informativo a motoristas que trafegavam pela Praça do Centro Cívico. Na camisa, a frase “Parem de nos matar” representa, segundo a parlamentar, o grito das mulheres vitimadas em todo Brasil, especialmente em Roraima por ocupar o ranking da violência.

“A Procuradoria Especial da Mulher tem feito esse trabalho nas escolas conscientizando as mulheres, temos o Reconstruir que trata o agressor. É uma preocupação de todos os parlamentares e, por isso, estamos aqui com a Casa da Mulher Brasileira para dar essa força, pois precisamos nos unir para atender as mulheres”, ressaltou Joilma.

Com trabalho preventivo, principalmente contra o tráfico de pessoas, o Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, o PDDHC, realiza abordagens e participações na Rede de Apoio para pôr um fim na violência contra a mulher.

“A gente vem nessa grande luta há muito tempo em prol da não violência, começando pelo modo de falar, do modo de agir, modo de como estar na sociedade. Estamos fazendo barulho para deixar muito claro para sociedade que o estado de Roraima é sim e sempre foi de alto índice de violência contra as mulheres e contra as meninas”, explicou a diretora do PDDHC, Socorro Santos.

Para este ano, a Rede seguirá a proposta do Ministério das Mulheres que unirá a temática dos 16 dias de ativismo e Brasil sem Misoginia. “São duas campanhas em uma só e nos unimos para colocar um fim a essa violência”, explicou a coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres e diretora-geral da Casa da Mulher Brasileira, Graça Policarpo.

A temática Mundial será “Investir para Prevenir”. “O chamamento é para que o setor público possa investir em políticas públicas em defesa das mulheres, de fortalecimento dos direitos, das garantias das mulheres. A gente precisa gritar e falar disso, sem dinheiro não se faz políticas públicas”, e em Roraima, explicou Graça, o foco será o combate à violência sexual e feminicídio.

 

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Jader Souza – https://www.flickr.com/photos/alrr/albums

SupCom ALERR

Fonte: ALE-RR | Assembleia Legislativa de Roraima – Leia mais

PUBLICIDADE

Leia também:

PREVIDÊNCIA SOCIAL Ministro assina termo de cooperação para implantar núcleo em Amajari | ALE-RR

Postado em 4 de março de 2024

Projeto inclui vacinas contra herpes-zóster e infecção pneumocócica no programa de imunização – Notícias

Postado em 3 de março de 2024

Sebrae/RR e Setrabes se reúnem para discutir sobre parceria e projeto para empreendedorismo entre as mulheres | ASN Roraima

Postado em 3 de março de 2024

Belo Monte é usina que menos emite gases de efeito estufa na Amazônia

Postado em 3 de março de 2024