MILITARES

Leis garantem indenização de risco de vida e proteção social a policiais e bombeiros

Foto: Eduardo Andrade/ Marley Lima

Compartilhe:

Por Marilena Freitas

A indenização de risco de vida (IRV) e a garantia do sistema de proteção social são realidade para os policiais militares e bombeiros do Estado. As leis complementares 308 e 309, que garantem os benefícios, foram promulgadas pelo presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Soldado Sampaio (PCdoB), em 25 de janeiro e podem ser conferidas no Diário Oficial do Poder Legislativo (diarios.al.rr.leg.br/wp-content/uploads/2022/01/DIARIO-ALE-RR-ED.-3619-25.01.2022.pdf).

Segundo Sampaio, as leis foram construídas a quatro mãos. A efetivação é resultado do compromisso do governador Antonio Denarium (PP) e do trabalho dos parlamentares com o líder do governo, deputado Coronel Chagas (PRTB), o empenho do comandante da Polícia Militar de Roraima (PMRR), coronel Francisco Xavier, e a parceria da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares (APBM/RR).

“Foi criada uma comissão dentro do Poder Executivo e nós, do Legislativo, ouvimos também os policiais por meio das associações. Estou muito feliz porque é uma legislação moderna e de referência, do que há de melhor no país. Construímos um sistema de proteção, uma norma que dá segurança aos policiais, homens e mulheres, que vão exercer seus papéis em defesa do povo roraimense”, disse Sampaio.

 

 

A indenização de risco de vida é um direito que já estava estabelecido na Lei nº 194/2014, mas que faltava regularizar por meio de lei complementar. “O governo mandou a proposta e fizemos uma emenda, adicionamos uma parcela a mais, que vai vigorar no ano de 2023. Era um sonho que virou realidade”, acrescentou o presidente.

O comandante Francisco Xavier disse que a PM recebeu a notícia com alegria. “A aprovação da lei que regulariza a indenização de risco de vida, bem como a proteção social é uma vitória que há muito tempo estava sendo aguardada pelos militares estaduais”, afirmou.

Na avaliação dele, os benefícios chegaram em boa hora. “Veio agora, numa conjuntura muito boa, em que a gente vê o Legislativo caminhando com o Executivo estadual, e isso por si só possibilitou esse ganho”, ressaltou.

A lei de proteção social vai abranger todos os militares, principalmente quando estiverem na condição de inativos, aposentados ou pensionistas.

“A indenização de risco de vida é um reconhecimento em virtude da natureza do trabalho dos militares estaduais. Trata-se de uma atividade geralmente muito arriscada, porque eles estão ali se expondo a situações graves, numa vulnerabilidade muito alta. Temos agora o reconhecimento remuneratório em função disso”, comemorou.

O coronel Makswel Lopes, assessor de comunicação e imprensa do Corpo de Bombeiros (CBM/RR), disse não ter dúvida de que as leis são grandes conquistas para as categorias de policiais e bombeiros militares.

“São duas leis que trazem garantias, direitos para os bombeiros militares, pensionistas e dependentes. Representa uma segurança tanto para a nossa atuação quanto para os dependentes que, porventura, vierem a se beneficiar dessa nova legislação”, enfatizou.

Leis

A Lei Complementar 308/2022 altera o Estatuto dos Militares do Estado de Roraima, atualizando os critérios de inatividade desses profissionais em conformidade com a Lei do Sistema de Proteção Social dos Militares.

A Lei Complementar 309/2022, que trata da indenização de risco de vida (IRV), uma reivindicação que vinha se arrastando desde 2017, atende a todos os policiais militares e bombeiros militares de Roraima.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022