INTENSIVO GRATUITO Professores da Escolegis dão dicas para reta final do Enem 2022 | ALE-RR

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Para ajudar na reta final do Exame Nacional do Ensino Médio quem não pôde pagar um cursinho, a Escola do Legislativo (Escolegis) oferece desde 17 de outubro até a véspera da prova um intensivo gratuito na unidade do Santa Luzia, localizada na Avenida Sólon Rodrigues Pessoa, nº 1313. São 3,4 milhões de inscritos em todo o país que devem participar da primeira etapa do Enem neste domingo (13). A segunda ocorre no dia 20 de novembro.

Isso é o sonho de muitos jovens que querem ingressar na universidade e ter esse suporte de forma gratuita com professores qualificados. Foi isso que nos motivou a ofertar uma turma voltada só para vestibular e Enem. Então, desejamos que neste domingo eles alcancem sucesso e aguardamos os resultados, pois a participação dos nossos alunos foi positiva e acompanhamos de perto toda essa evolução”, comemorou a presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra (União).

O vestibulando Cristian Rocha, 19 anos, é um dos alunos do preparatório. Ele terminou o Ensino Médio numa escola pública durante a pandemia e se prepara há algum tempo após a primeira tentativa de ingressar na graduação de Enfermagem no ano passado.

Eu fiquei bastante abalado com o resultado, sei que não me preparei muito bem. Meus estudos foram bastante precários por causa da pandemia. Na aula presencial, eu tinha como tirar dúvidas e em casa eu tinha muita distração”, relatou.

Dividindo o tempo de estudo com o trabalho em um lava a jato improvisado na residência de sua família no bairro Cinturão Verde, Cristian espera que no Enem 2023 a instituição repita o intensivo para aproximá-lo da tão sonhada vaga no ensino superior.

Eu quero continuar na Escolegis, pois eles dão bastante oportunidade para a pessoa entender e tentar focar, uma vez que os professores explicam de novo. Então, é com isso que eu me identifico. Eles fazem o possível para tentar ajudar o aluno”, destacou.

Para tranquilizar os candidatos que enfrentarão cinco horas e meia para responder a 90 questões das provas de Linguagens e Ciências Humanas, além de escrever uma redação de até 30 linhas, professores da Escolegis dão dicas para a revisão final e de como ir bem na hora da avaliação que é uma verdadeira maratona do saber.

Antes da prova

Para facilitar a memorização dos assuntos, o professor de matemática Jardel Sousa aconselhou a revisão com mapas mentais – diagrama do conteúdo que facilita associações entre informações destacadas por meio de símbolos, cores, setas e frases de efeito.

Sempre recomendamos fazer um cronograma de estudo e, conforme você for estudando, cria um mapa mental de todo o conteúdo que estudou, pois vai fazer as revisões em cima dos mapas mentais”, disse.

Outra estratégia é revisar com as questões das provas e os gabaritos de edições anteriores do site do Inep. “A prática faz com que você vá conhecendo as questões e isso vai melhorando a habilidade de resolver o Enem no tempo”, garantiu o professor.

A redação é uma das cinco notas gerais, mas ela tem um grande peso. Tirar uma boa nota aumenta bastante as chances de conseguir uma vaga no curso desejado. Por outro lado, zerar a prova pode trazer várias consequências negativas.

A redação do Enem é um dos pontos mais importantes, uma vez que tem um peso considerável de 800 pontos, e a nota máxima de 1000, por isso ela se torna um dos elementos essenciais para que o candidato receba uma boa média final”, explicou o professor de português Luciano Martins.

Ler muito, se interessar por temas atuais, escrever algumas redações e dar para alguém ler, estudar as regras simples de acentuação e pontuação e memorizar pelo menos duas citações de pensadores universais, tais como Paulo Freire, Platão, Sócrates, Karl Marx, Aristóteles etc., são algumas das sugestões de Martins para o aluno que quer chegar afiado.

Há quase dez anos ministrando aulas de português e espanhol, o professor usa essa expertise para apontar os possíveis temas do domingo. “Estatuto do Idoso, crise econômica e política no Brasil, a questão dos imigrantes no Brasil, a importância da leitura e do letramento, a violência urbana, o aumento do desemprego no Brasil, a construção de áreas verdes em centros urbanos, a inclusão dos deficientes no processo educacional”, apostou.

Com a revisão em dia, outras recomendações válidas são visitar o local de prova com antecedência para não ter surpresas no percurso.

No dia do Enem, é obrigatório levar documento original de identidade com foto (RG, CTPS, CNH, passaporte, carteira de reservista ou certificado de dispensa, desde que contenha foto). Sem ele, não é possível realizar a prova. Já os itens vetados são: qualquer dispositivo que receba imagens, vídeos ou mensagens, óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras ou gorros, bebidas alcoólicas, cigarro e/ou drogas ilícitas.

Durante a prova

A redação deve ter clareza, coesão e coerência, obedecer ao mínimo e máximo de linhas exigido (de 7 a 30 linhas). Não fugir do tema, deixar em branco, fazer desenhos e assinaturas na lauda, ter cuidado com palavras inapropriadas, evitar escrever em outro idioma que não seja o português, rasuras e não copiar citações do texto-base devem ser evitados, segundo Martins.

O texto deve ser escrito objetivamente com começo, meio e fim. A introdução deve conter a essência do tema escolhido. Já os parágrafos do desenvolvimento devem indicar os aspectos positivos e negativos e também citações, e a conclusão, o resumo do que foi dito.

Uma dúvida comum entre os estudantes é por onde iniciar, pois o tempo costuma ser um dos vilões diante do volume de questões. No geral, os professores aconselham começar pelos assuntos com mais afinidade e os tópicos mais difíceis por último. Para Sousa, a estratégia premia quem se dedicou, pois só quem estuda conhece seus pontos fortes e fracos.

O tempo é o grande inimigo dos estudantes no dia da prova, então eles conhecerem bem o seu ritmo e o domínio de quais conteúdos eles têm mais habilidades vai ser a chave principal para que sejam bem-sucedidos”, afirmou.

Após a prova

É importante segurar o nervosismo e se preparar física e mentalmente para o resultado. O candidato deve compreender a caminhada até o dia da prova – acolher os erros e acertos – e não se martirizar caso não tenha logrado êxito. “A gente sempre fala o seguinte: tudo é no seu tempo, então se não for este ano, não se preocupe. Fique calmo, tranquilo”, concluiu o professor de matemática.

EstudoPlay

Para o candidato que não pôde acompanhar preparatórios presenciais, uma opção gratuita é a Maratona do Enem do Instituto EstudoPlay (estudo.play.com.br). A plataforma digital é uma parceria entre a Assembleia Legislativa do Estado (ALE-RR) e a Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Desporto (Seed), que permite estudar para concursos públicos, vestibulares e Enem.

As aulas são transmitidas pela TV Assembleia 57.3, todas as tardes, de segunda-feira a sábado, das 14h às 17h30, além de aulões da maratona do Enem até a véspera da prova. Todos os componentes curriculares do ensino médio, simulados e links são disponibilizados para os alunos sugerirem temas.

Enem 2022

No primeiro dia de prova, 13 de novembro, os participantes farão as provas de linguagens, ciências humanas e redação. No segundo, 20 de novembro, matemática e ciências da natureza. Os locais de prova estão disponíveis no Cartão de Confirmação de Inscrição, na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/#!/). Em ambos os dias, os portões dos locais de prova serão fechados às 13h e o exame começará às 13h30 (horário de Brasília).

Suellen Gurgel

SupCom ALERR

11.11.2022Foto Jader Souza / Eduardo Andrade

Fonte: ALE-RR | Assembleia Legislativa de Roraima – Leia mais

Leia também:

Prefeitura de Maricá nega desvios de recursos da saúde

Postado em 28 de fevereiro de 2024

Imunização contra a dengue envolverá a rede pública de ensino dos municípios – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 28 de fevereiro de 2024

PREVIDÊNCIA SOCIAL ALE-RR realiza audiência pública com presença do ministro Carlos Lupi nesta sexta-feira | ALE-RR

Postado em 27 de fevereiro de 2024

Câmara aprova regime de urgência para oito projetos – Notícias

Postado em 27 de fevereiro de 2024