EM RORAINÓPOLIS

Extraordinária ocorre na quarta-feira (20), a partir das 16h, na Escola Estadual Padre Eugênio Possamai

Assembleia Legislativa faz sessão para votar PLC do Zoneamento Ecológico-Econômico
Divulgação/Fonte

Compartilhe:

O Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 17/2022, que trata da criação do ZEE (Zoneamento Ecológico-Econômico) em Roraima, será apreciado na quarta-feira (20), a partir das 16h, na Escola Estadual Padre Eugênio Possamai, na cidade de Rorainópolis, a 321 quilômetros de Boa Vista.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Soldado Sampaio (Republicanos), convida a população a participar da votação em sessão extraordinária e discutir as viabilidades para implantação do ZEE. Quem quiser pode acompanhar ao vivo pela TV Assembleia (57.3) e pelas redes sociais (@assembleiarr).

“É um projeto de interesse da sociedade, que há mais de 30 anos espera esse zoneamento chegar. A Mesa Diretora fez questão de fazer uma [sessão] extraordinária em Rorainópolis, justamente para interiorizar as discussões com produtores de todos os municípios”, destacou Sampaio, pedindo a participação da população e interessados em conhecer a proposta.

A matéria está em tramitação na Assembleia Legislativa de Roraima e para consulta no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (sapl.al.rr.leg.br). O ZEE organiza o território para uso do solo, conforme característica de cada região, com vistas à melhoria na qualidade de vida da população e no desenvolvimento sustentável da economia.

Foram realizadas reuniões e audiências públicas para apresentação do ZEE e os impactos da implantação. A Assembleia Legislativa montou uma Comissão Especial para estudar e analisar o PLC composto pelos deputados: presidente, Soldado Sampaio; vice-presidente, Aurelina Medeiros (PP); relator, Éder Lourinho; relator substituto, Marcelo Cabral (Cidadania); e membros, Lenir Rodrigues (Cidadania), Coronel Chagas (PRTB), Catarina Guerra (União), Gabriel Picanço (Republicanos) e Jorge Everton (União).

Principais pontos a serem destacados no PLC nº 17/2022:

– estudos com princípios, diretrizes e metodologias indicadores para o uso e ocupação do solo;

– otimização de recursos naturais e ocupação populacional considerando os impactos social, ambiental e econômico;

– acréscimo de mais de 150% na área produtiva de Roraima;

– redução da área protegida de 80% para 50% de uso dos produtores.

O zoneamento é constituído por 13 mapas temáticos e um Mapa de Gestão Territorial (Zonificação), que contém informações compatíveis à escala de dados de 1:250.000, elaborados em consonância com a metodologia definida no Decreto Federal nº 4.297, de 10 de julho de 2002, e nas diretrizes do Macrozoneamento da Amazônia, Decreto Federal nº 7.378, de 1º de dezembro de 2010.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Marley Lima / SupCom ALERR

SupCom ALERR – 19.07.2022

Leia também:

Pesquisa sobre mídia cívica indica ruptura com conceitos tradicionais

Postado em 16 de junho de 2024

Polícia Civil participa de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

Postado em 16 de junho de 2024

TERAPIA E RENDA EXTRA Alunos concluem curso de pintura em tecido na Escolegis do bairro Santa Luzia | ALE-RR

Postado em 15 de junho de 2024

Comissão aprova licença-maternidade de 180 dias para bombeira e policial – Notícias

Postado em 15 de junho de 2024