POLÍCIA PENAL

Curso de formação é trabalho conjunto do Legislativo e Judiciário, lembra Renan

Na ocasião, deputado Evangelista Siqueira disse que fará gestão com Mesa Diretora para que PL 215/2022 entre na Ordem do Dia
Divulgação/Fonte

Compartilhe:

O deputado Renan (SD) usou a tribuna na manhã desta terça-feira (2), dia da primeira sessão no retorno das atividades legislativas, para falar sobre o trabalho conjunto realizado pelos poderes Legislativo e Executivo que resultou na convocação de 380 alunos da segunda turma da Polícia Penal que estão fazendo o curso de formação.

“Nós, da Assembleia, sempre batalhamos para que esses futuros alunos venham a servir o Estado de Roraima. É um trabalho conjunto, mas, graças à sensibilidade do governador, o curso começou, e tenho certeza de que lá estão os melhores policiais penais do Brasil”, disse ao parabenizar o trabalho da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc).

Ele destacou o empenho do deputado Renato Silva (Prós). “Agradeço ao senhor citar meu nome em seu discurso e lembrar que essa caminhada da segurança pública começou em 2019. Vossa Excelência tem muitos méritos nessa luta, bem como o deputado Diego Coelho [MDB], que colocou um milhão de reais para o concurso da Polícia Militar”, ressaltou Silva.

Renan lembrou que os deputados devem lutar pelo povo e que a bandeira de todos deve ser o Estado de Roraima. Ele ressaltou que os meios de comunicação da instituição mostram o trabalho dos parlamentares.

“A confiança é mais importante que o voto. Graças à TV e à Rádio Assembleia, Instagram e Facebook, as pessoas têm acesso ao trabalho dos parlamentares e sabem quem trabalhou e quem enrolou durante esses quatro anos. Ninguém vai poder vender o que não tem para oferecer”, reforçou Renan.

Cláusula de barreira

Em aparte, o deputado Evangelista Siqueira (PT) aproveitou para falar sobre o Projeto de Lei (PL) nº 115/2022, que quebra a cláusula de barreira e cria o cadastro de reserva em Roraima. “Este PL está apto para ser ir a Plenário, e agora vamos fazer gestão com a Mesa Diretora para que ele seja apreciado e possamos dar uma garantia aos concurseiros do Estado”, disse.

Renan disse que iria apresentar à Mesa Diretora um requerimento para que haja celeridade na apreciação do PL 115/2022. “Quem não quiser votar, não vota. Não podemos colocar desculpas para que isso não aconteça. O cadastro de reserva é justamente para que, se o governo precisar, chame quem já passou no concurso”, defendeu.
O deputado Diego Coelho aproveitou para dizer que também é favorável ao PL 115/2022. “É um projeto muito importante e eu apoio. Pedimos que a presidência da Casa coloque em votação”, solicitou. O pedido foi reforçado pelo deputado Renan.

Texto: Marilena Freitas
Foto: Jader Souza
SupCom ALE-RR – 02.08.2022

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022