Comissão de Legislação Participativa debate impactos da construção de novo bairro no DF – Notícias

Divulgação/Fonte

Compartilhe:


26/08/2022 – 11:14  

Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Vista aérea do Lago Paranoá, no DF

A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados debate nesta segunda-feira (29) a possível ameaça à preservação de área conhecida como Serrinha do Paranoá, no Distrito Federal, devido ao parcelamento do solo urbano público visando à criação de novo setor habitacional (Setor Habitacional Taquari Etapa I – Trecho 2) .

A deputada Erika Kokay (PT-DF), que pediu o debate, explica que, conforme inquérito instaurado pelo Ministério Público do Distrito Federal, existem duas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) federais na área onde o governo pretende construir o novo bairro.

Uma delas é a do Lago Paranoá, sob gestão do governo distrital, foi criada em 1989 com o objetivo de proteger e recuperar os recursos hídricos da referida bacia e, assim, reduzir o processo de assoreamento e os índices de poluição do Lago.  A outra é APA do Planalto Central, sob gestão do governo federal, criada em 2002, para proteger os mananciais, regular o uso dos recursos hídricos e o parcelamento do solo, bem como para garantir o uso racional dos recursos naturais e proteger o seu patrimônio ambiental.

“Vale registrar que a Serrinha do Paranoá é uma área de extrema sensibilidade ambiental, posto que lá estão localizadas mais de 100 nascentes, responsáveis por 40% ou mais da água que abastece o Paranoá”, explica a deputada.

Segundo Erika Kokay, todo o processo de construção do novo bairro tem sofrido forte resistência de segmentos da sociedade que se sentem prejudicados pela falta de diálogo com o poder público, notadamente a população diretamente afetada pelo anunciado empreendimento imobiliário. “A situação se apresenta ainda mais grave por não se tratar de um empreendimento isolado, mas parte de um conjunto de intervenções e obras de infraestrutura e logística de suporte ao processo de expansão urbana e demais usos do solo do Distrito Federal”.

Foram convidados, entre outros:

– representante do Fórum das ONGs Ambientalistas, Maurício Laxe;
– representante do Comitê de Bacias Paranaiba DF, Ricado Minotti;
– a professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UnB,  Liza Maria Souza de Andrade; e
– a representante da Secretaria do Meio Ambiente do DF,  Maria Silva Rossi.

Veja a lista completa de convidados. 

O debate será realizado às 14 horas, no plenário 3. Os interessados podem acompanhar o debate e participar da discussão pela internet. 

Da Redação – RL



Fonte: Câmara dos Deputados – Agência Câmara NotíciasAcesse aqui

Publicidade

Leia também:

Comissão ouvirá ministro da Educação sobre cortes no orçamento da pasta para 2023 – Notícias

Postado em 28 de outubro de 2022

Projeto do piso da enfermagem lidera interações nos canais da Câmara dos Deputados – Notícias

Postado em 1 de setembro de 2022

Policiais detém manifestantes que fariam protestos diante do STF 

Postado em 26 de dezembro de 2022

Congresso aprova LDO sem obrigar execução de emendas de relator; acompanhe – Notícias

Postado em 12 de julho de 2022