Comissão aprova acareação por videoconferência, quando necessária, em crimes de violência contra a mulher – Notícias

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

01/11/2023 – 14:50  

Will Shutter / Câmara dos Deputados

Delegada Ione recomendou a aprovação da proposta

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que estabelece a preferência de acareação entre acusado e vítima por videoconferência, em caso de crime de violência contra a mulher. A acareação será adotada apenas em casos de extrema necessidade. Além disso, a autoridade competente deverá garantir a segurança e a proteção da vítima.

O texto aprovado é o substitutivo da relatora, deputada Delegada Ione (Avante-MG), ao Projeto de Lei 1197/23, do deputado Albuquerque (Republicanos-RR). Originalmente, o projeto original proíbe acareações dessa natureza com o propósito de evitar a revitimizar a mulher. 

“A videoconferência no momento da acareação tem o objetivo de preservar a vítima de possíveis constrangimentos, e principalmente minimizar o processo de revitimização”, disse. 

Tramitação
A proposta será analisada agora, em caráter conclusivo, pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Reportagem – Lara Haje
Edição – Rachel Librelon

Fonte: Câmara dos Deputados – Agência Câmara NotíciasAcesse aqui

Leia também:

Exército apura arsenal em apartamento incendiado em Campinas

Postado em 27 de fevereiro de 2024

AÇÃO FISCALIZATÓRIA Comissão de Saúde da ALE-RR discute necessidade médica em Hospital Geral de Roraima | ALE-RR

Postado em 26 de fevereiro de 2024

Caer realiza mutirão para revisão das faturas de água   – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 26 de fevereiro de 2024

MDHC apresenta a ministérios, na Casa Civil, eixos que comporão o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa — Agência Gov

Postado em 26 de fevereiro de 2024