VIDA SAUDÁVEL

Centro de Convivência da Juventude vai ampliar número de vagas para aulas de zumba

Atualmente, 160 alunos participam, duas vezes por semana, da modalidade; interessados podem se inscrever momentos antes do início da aula
Foto: Eduardo Andrade
Superintendente de Programas Especiais, Damosiel Alencar

Compartilhe:

Por Kátia Bezerra

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), por meio da Superintendência de Programas Especiais, continua oferecendo zumba gratuita, realizada pelo Centro de Convivência da Juventude (CCJUV). Atualmente, 160 alunos participam das aulas, que acontecem às terças e quintas, a partir das 19h, e têm duração de uma hora e meia. Com a alta procura, a instituição já está elaborando um projeto para ampliar o número de vagas.

A mudança no estilo de vida foi perceptível desde que a professora Lidiane Albuquerque da Silva começou, em dezembro do ano passado, a comparecer às aulas. Ela admitiu que a dança mudou seus hábitos físicos e mentais. “Passamos os dias com muito estresse, muita correria e isso é cansativo. Com a zumba, dançamos, nos animamos e ficamos felizes. Esquecemos os problemas do dia a dia. Isso foi uma motivação para continuar melhorando meu rendimento físico”.

Os benefícios da atividade fitness citados por Lidiane são comprovados pelo professor de zumba Janderson Pereira. Ele tem a dança como profissão e estilo de vida e, há dez anos, já confirmou na prática os benefícios à saúde. “São muitas melhorias para quem pratica a dança. O aluno começa a dormir bem, perde calorias, melhora a autoestima e a qualidade de vida. É uma prática que movimenta todo o corpo”, explicou.

Braço social

A atuação social efetiva do Poder Legislativo tem beneficiado milhares de jovens e adultos no mundo dos esportes e da dança, conforme revela o superintendente de Programas Especiais da ALE-RR, Damosiel Alencar.

“Esse vínculo que temos com as pessoas é muito importante e a zumba tem uma saída muito significativa, a procura é grande. Estamos levando essa diversão e esse preparo físico e mental a todos que se interessarem. Muitos jovens e crianças participam e se sentem mais motivados”, ressaltou.

Com a alta demanda, o Centro de Convivência irá ampliar o número de vagas. “Vamos fazer grupos nas casas dos alunos e isso vai dar oportunidade de, por exemplo, os moradores mais próximos participarem também. Estamos articulando esse novo projeto”, afirmou.

Inaugurado no ano passado, o Centro oferece 25 modalidades esportivas e culturais para quase nove mil crianças, adolescentes e adultos. O objetivo é oferecer qualificação às crianças e jovens nas áreas de música, cultura, empreendedorismo, assistência social, esporte e prevenção às drogas e violência. As atividades chegaram a ser interrompidas em decorrência de casos de covid-19 e outras síndromes gripais entre estudantes e professores, mas hoje já funcionam de forma integral.

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022