CCJ aprova critérios para definição de deficiência auditiva – Notícias

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

11/10/2022 – 14:04  

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O relator, deputado Diego Garcia

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que considera deficiência auditiva quando houver limitação de longo prazo da audição unilateral (total) ou bilateral (parcial ou total). A matéria seguirá para análise do Plenário.

Por sugestão do relator, deputado Diego Garcia (Republicanos-PR), o texto aprovado foi o substitutivo do Senado Federal ao Projeto de Lei 1361/15, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PP-SP). A proposta de Faria de Sá foi aprovada pela Câmara em 2015 e voltou por ter sido modificada pelos senadores.

Pela versão original, a deficiência auditiva seria a limitação da audição, unilateral ou bilateral, parcial ou total. Pelo texto do Senado, a deficiência auditiva será a limitação da audição, total quando unilateral, ou total ou parcial, quando bilateral.

Garcia defendeu as alterações ao texto. “A lei deve conter o requisito da razoabilidade, ou seja, deve ser possível de ser efetivamente implementada, levando-se em consideração as condições econômicas do País.”

Reportagem – Emanuelle Brasil
Edição – Natalia Doederlein

Fonte: Câmara dos Deputados – Agência Câmara NotíciasAcesse aqui

Leia também:

Serviços de inteligência produzem relatório do crime organizado nas prisões do MT — Agência Gov

Postado em 19 de junho de 2024

Entidades criticam exigências para a manutenção de imunidade tributária – Notícias

Postado em 19 de junho de 2024

Governo anunciará medidas para o setor audiovisual brasileiro

Postado em 19 de junho de 2024

EM BRASÍLIA Possível exploração de petróleo na bacia do Tacutu une políticos de Roraima | ALE-RR

Postado em 19 de junho de 2024