Câmara aprova campanha de incentivo à doação de cabelo a pessoas com câncer – Notícias

Divulgação/Fonte

Compartilhe:


01/08/2022 – 19:45  

Elaine Menke/Câmara do Deputados

Sanderson, relator do projeto de lei

A Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (1º) o Projeto de Lei 610/21, do deputado Vinicius Carvalho (Republicanos-SP), que cria campanha nacional para incentivar a doação de cabelo a pessoas carentes em tratamento de câncer ou vítimas de escalpelamento. A proposta segue para análise do Senado.

O deputado Sanderson (PL-RS), que relatou o projeto no Plenário, acatou emenda para que a campanha seja coordenada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, com a participação de organizações da sociedade civil. A campanha será realizada anualmente durante a semana do Dia Nacional de Combate ao Câncer, em 27 de novembro.

O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da doação de cabelos para a recuperação da autoestima dos pacientes em tratamento de câncer e vítimas de escalpelamento. As ações devem esclarecer os procedimentos e os locais onde podem ser feitas as doações.

Vinicius Carvalho afirmou que a proposta foi sugerida pelo vereador Ricardo Almeida, de Embu das Artes (SP). Segundo o deputado, a proposta visa especialmente beneficiar as mulheres. “A mulher precisa de uma força interior muito grande para vencer a doença. Tem também que vencer o constrangimento e a baixa estima com a queda do cabelo causada pelo tratamento”, comentou.

Elaine Menke/Câmara do Deputados

Vinicius Carvalho, autor do projeto de lei

“Todos estão sujeitos a passar por um problema de saúde, como o câncer, mas quem não tem condição financeira sofre outro tratamento”, disse o autor da proposta.

Identidade
A deputada Dra. Soraya Manato (PTB-ES), que é médica, destacou a importância das perucas para mulheres que passam por tratamento de câncer ou outras condições que levam à perda de cabelo. “O cabelo representa identidade e autoestima. A peruca vai produzir um efeito tão bom quanto a quimioterapia. Ela salva vidas e dá força para mulher enfrentar o tratamento”, comentou.

O deputado Hildo Rocha (MDB-MA) também defendeu a aprovação da proposta. “Minha mãe teve câncer. O cabelo caiu, mas graças a Deus ela tinha condições de comprar uma peruca”, relatou. “Muitas pessoas que conheço não têm estas condições e precisam de doações. A doação de cabelo muitas vezes não ocorre, e tem gente que quer doar mas não sabe como.”

O deputado Célio Moura (PT-TO) lembrou dos acidentes frequentes em embarcações na Amazônia em que passageiros sofrem escalpelamento. “Esta campanha também pode beneficiar essas pessoas”, espera.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) afirmou que há denúncias de fraude, tráfico e roubo de cabelo destinado a doações. “Infelizmente, o cabelo virou uma moeda. E o ministério deve fiscalizar as instituições, punindo a apropriação indébita das doações”, defendeu.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Francisco Brandão
Edição – Pierre Triboli



Fonte: Câmara dos Deputados – Agência Câmara NotíciasAcesse aqui

Leia também:

Livro sobre Boinas Azuis da ONU será lançado no STJ

Postado em 31 de dezembro de 1969

Assembleia Legislativa aprova leis em favor da saúde mental da população roraimense

Postado em 3 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa continua a serviço da população durante recesso parlamentar

Postado em 3 de janeiro de 2022

Centro de Convivência da Juventude da Assembleia Legislativa retoma atividades

Postado em 4 de janeiro de 2022