JANEIRO BRANCO

Assembleia Legislativa promove live sobre prevenção de doenças mentais e emocionais

Foto: Eduardo Andrade

Compartilhe:

Por Marilena Freitas

A Assembleia Legislativa de Roraima promove na sexta-feira (28) a live “Janeiro Branco”, que vai tratar de doenças mentais e emocionais, problemas que podem atrapalhar o planejamento individual de todo um ano. O evento, que acontece às 19h, contará com a participação dos psicólogos Wagner Costa, Marcelo Tito e Mariana Pessoa, e será transmitido pela TV Assembleia, canal 57.3, e redes sociais da instituição (@assembleiarr).

 

“Vamos conversar sobre o Janeiro Branco, os projetos desenvolvidos neste mês e mostrar para a sociedade a importância de cuidar da saúde mental”, explicou Costa, que trabalha na Casa Legislativa.

 

Ele destacou ainda que neste Janeiro Branco muito se discutiu a preparação do ano para enfrentar com segurança, sabedoria e sensatez as eventuais adversidades que aparecem, de forma que cada pessoa mantenha o controle sobre sua vida.

 

“A grande proposta dessa campanha é estimular as pessoas a prepararem um plano de saúde mental para todo o ano, que costumamos dizer que é de janeiro a janeiro, e não apenas um mês.”

Ao convidar as pessoas para participar da live, Costa disse que, especialmente em Roraima, o assunto saúde mental é preocupante e pede ações urgentes, tanto por parte do poder público quanto individuais, de forma a amenizar e solucionar esse problema que atinge uma parcela significativa da população.

 

“É muito importante participar, fazer perguntas, tirar as dúvidas sobre o assunto. Em Roraima, a saúde mental é um pouco prejudicada, temos um índice alto de suicídios e muitos problemas emocionais”, destacou.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas se suicidam a cada ano, sendo a segunda principal causa de morte de pessoas com idades entre 15 e 29 anos. No Brasil, Roraima ocupa o quinto lugar com maior número de suicídios, conforme levantamento do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde.

Legislação

A campanha começou a ser desenvolvida em 2014 por um grupo de psicólogos de Minas Gerais. Em Roraima, o Janeiro Branco faz parte do calendário oficial do Estado desde 2017, com a criação da Lei nº 1.220/17, de autoria da deputada Angela Águida Portella (PP).

 

Por ser uma realidade preocupante, o Poder Legislativo tem aprovado projetos que combatem e previnem o pensamento suicida. Em 2016, foi sancionada a Lei nº 1.065/16, que incluiu no calendário estadual a “Semana de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio”, de autoria do deputado Evangelista Siqueira (PT).

 

Para evitar subnotificações e consubstanciar os dados, a Lei nº 1.364/19, de autoria de Yonny Pedroso (SD), tornou obrigatória a notificação pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) dos casos de tentativa de suicídio e automutilação.

 

Com custo alto e o estigma social cercando o tratamento das doenças mentais, foi instituída, em 2019, a Lei nº 1.324, de autoria de Neto Loureiro (MDB), que cria a política de diagnóstico e tratamento da doença na rede pública de saúde, com o intuito de tornar acessível o tratamento terapêutico e medicamentoso àqueles que sofrem de depressão.

Como a covid-19 desencadeou depressão e pensamentos suicidas, o Parlamento aprovou a Lei 1.441/20, de autoria de Evangelista Siqueira, que estabeleceu a contratação emergencial temporária de psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais pela Sesau.

 

Também foi aprovada a Lei nº 1.410/20, do deputado Jalser Renier (SD), que autoriza o Executivo a criar um portal online para comunicação entre profissionais de saúde mental e pessoas que sofrem de ansiedade, pânico, depressão e doenças semelhantes em decorrência do isolamento social.

 

Saúde mental dos servidores

Por entender que a melhora da saúde mental do funcionário reflete na prestação do serviço público à população, uma vez que a produtividade e o comprometimento com as rotinas de trabalho estão relacionados ao bem-estar (físico, psíquico e social), a Casa Legislativa também investiu em ações internas para atender os servidores da instituição.

Em maio de 2021, implantou o Núcleo de Saúde da Assembleia Legislativa de Roraima, com políticas públicas voltadas ao bem-estar mental, ofertando atendimento psicológico gratuito a todos os servidores.

Leia também:

Pesquisa sobre mídia cívica indica ruptura com conceitos tradicionais

Postado em 16 de junho de 2024

Polícia Civil participa de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

Postado em 16 de junho de 2024

TERAPIA E RENDA EXTRA Alunos concluem curso de pintura em tecido na Escolegis do bairro Santa Luzia | ALE-RR

Postado em 15 de junho de 2024

Comissão aprova licença-maternidade de 180 dias para bombeira e policial – Notícias

Postado em 15 de junho de 2024