ANO NOVO | Rosmairys é a primeira bebê roraimense nascida em 2024

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

Às 00h32 desta segunda-feira, 1º de janeiro, nasceu o primeiro bebê roraimense do novo ano de 2024. Filha da dona de casa Yuliana del Carmen Guerra González, a pequena Rosmairys González chegou ao mundo em parto normal, pesando 3,675 kg e medindo 53 centímetros. 

A mãe Yuliana compartilhou detalhes do procedimento, que ocorreu no HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazaré). Ela deu entrada na Maternidade às 23h30 de domingo, 31 de dezembro, acompanhada da família assim que sentiu as primeiras contrações. O parto transcorreu de forma rápida e segura sob os cuidados das pediatras Cláudia Aires e Bárbara Pacheco e da equipe da unidade.

“Foi tudo tranquilo. Quando eu cheguei já senti algumas dores pelas dilatações, mas todos me atenderam bem. O parto aconteceu rápido, em cerca de uma hora. A equipe foi muito compreensiva e me disseram na hora que [Rosmairys] era a primeira bebê do ano”, explicou Yuliana, que já era mãe de outra menina.

Ela disse ainda que realizou o pré-natal durante a gravidez, o que ajudou a garantir uma gestação tranquila e um parto sem complicações.

O médico pediatra e coordenador da Neonatologia do HMI, Pedro Salomão, afirmou que Yuliana e Rosmairys receberam toda a assistência necessária no momento do parto.

“Graças a Deus [Rosmairys] passou por um parto tranquilo. É uma bebê linda, e como todo primeiro bebê do ano, traz para a gente uma simbologia muito grande de esperança, de vida nova, que se renova a cada dia e a cada ano. Na nossa cultura temos o hábito de saudar o primeiro dia e o primeiro bebê do ano, e estamos muito felizes com esse nascimento na nossa Maternidade”, disse Salomão.

O pediatra considera ainda que o procedimento é um nascimento saudável, e que agora, Yuliana e Rosmairys permanecem na unidade recebendo os cuidados pós-parto até receberem alta médica, onde são acompanhadas de 48 a 72 horas.

Como procedimento padrão, o recém-nascido recebe as vacinas contra a hepatite B e a BCG, que protege contra a tuberculose. Ambas são as primeiras do calendário que são feitas ainda dentro da Maternidade.

Os bebês também já saem da unidade com os testes do olhinho (reflexo vermelho), da orelhinha e do coraçãozinho realizados. Além disso, embora não seja obrigatório, a equipe de odontologia do HMI faz ainda o teste da linguinha na criança.

“É de fundamental importância que toda mãe que decida ter uma criança ou esteja em uma gestação procure imediatamente o posto de saúde mais próximo para iniciar os procedimentos de pré-natal adequados para estarem protegidas no momento do parto e no pós-parto. Isso faz toda diferença na hora que o bebê nasce e na vida do bebê até se tornar uma pessoa adulta”, reforçou o pediatra.

 

MAIS DE 9 MIL PARTOS EM 2023

Até o dia 18 de dezembro foram contabilizados 9.517 partos no Hospital Materno Infantil, sendo 5.705 partos normais e 3.812 cesarianas A unidade realiza, diariamente, cerca de 30 procedimentos diários.

“Há um atendimento crescente por algumas variáveis, como a demanda migratória do Estado. Procuramos, dentro do possível, fazer um atendimento humanizado e que procure privilegiar a gestante durante o período que está aqui”, ressaltou Salomão.

 


De Governo de Roraima / SECOM – Acesse a matéria completa – aqui.

Leia também:

Exército apura arsenal em apartamento incendiado em Campinas

Postado em 27 de fevereiro de 2024

AÇÃO FISCALIZATÓRIA Comissão de Saúde da ALE-RR discute necessidade médica em Hospital Geral de Roraima | ALE-RR

Postado em 26 de fevereiro de 2024

Caer realiza mutirão para revisão das faturas de água   – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 26 de fevereiro de 2024

MDHC apresenta a ministérios, na Casa Civil, eixos que comporão o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa — Agência Gov

Postado em 26 de fevereiro de 2024