48 ENCONTROS PROGRAMADOS Centro Reflexivo Reconstruir, da ALE-RR, retoma atividades com 70 participantes | ALE-RR

Divulgação/Fonte

Compartilhe:

O Centro Reflexivo Reconstruir, serviço da Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), retomou as atividades nesta terça-feira (9), após o recesso de fim de ano, com 70 participantes.

O projeto, que tem como objetivo sensibilizar e reeducar autores de violência doméstica e familiar, atendeu 77 pessoas encaminhadas pela Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepema) do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) em 2023. Sete homens concluíram com sucesso o programa durante o período.

 

“No caso dos sete que encerraram, já pediram a oportunidade de continuar participando do grupo em 2024. Eles perguntam se podem trazer alguém, algum conhecido para participar. O grupo é aberto, mas atualmente não temos nenhum homem que buscou espontaneamente essa orientação, essa ajuda. Temos apenas homens encaminhados pelo Tribunal de Justiça”, explicou o psicólogo do centro, Jadiel Ribeiro.

Segundo ele, os assistidos que chegam ao grupo inicialmente têm certa resistência em admitir que cometeram violência. No entanto, ao longo do processo, eles começam a entender a gravidade de seus atos e a importância de mudar de comportamento.

“Temos relatos desses homens que concluíram e de homens que estão encerrando, que nos passam alguns feedbacks dizendo o seguinte: se tivessem tido essa oportunidade algum tempo atrás, essa orientação, essa ajuda, talvez não tivessem cometido os erros que cometeram”, disse.

“Recebi muitas mensagens de homens do grupo enfrentando dificuldades. Eles me contaram sobre situações que ocorreram, mas lembraram de entrar em contato para buscar ajuda”, complementou Ribeiro ao relatar o suporte oferecido durante o período de Natal e Ano-Novo, quando o consumo de bebidas alcoólicas é comum.

A busca pela revisão de atitudes violentas dos participantes corrobora os dados da Vepema. “Os homens que estão participando do grupo não têm cometido novamente esse delito de violência doméstica. O número de reincidentes é quase zero, conforme a própria Vepema”, apontou o psicólogo.

Demanda constante

Organizados por uma equipe multidisciplinar composta de advogado, assistente social e psicólogo, os 48 encontros programados para 2024 abordarão diversas temáticas, como paternidade, uso abusivo de álcool e outras drogas, e desconstrução de personalidade, entre outros.

Para fazer frente ao aumento do número de denúncias de violência doméstica e familiar nos últimos anos, a meta do centro é expandir as atividades dos grupos.

“A violência doméstica, em algum tempo atrás, era velada; as mulheres sofriam, mas tinham medo de denunciar. Hoje, percebemos um aumento justamente porque as mulheres entenderam a necessidade de denunciar, de levar essa questão à Justiça. Com certeza, haverá uma ampliação para 2024. Diante dessa necessidade, abriremos mais uma turma às segundas-feiras, pois esses 70 homens já não encontram mais espaço às terças-feiras”, concluiu Ribeiro.

Serviço

Os atendimentos do Núcleo Reflexivo Reconstruir ocorrem na sede da Procuradoria Especial da Mulher (PEM), localizada na Avenida Santos Dumont, nº 1470, bairro Aparecida, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. Informações sobre as reuniões também podem ser obtidas no WhatsApp (95) 98402-0502 ou pelo e-mail: centroreflexivoreconstruir@gmail.com.

Mulheres também são acolhidas no Centro Humanitário de Apoio à Mulher (Chame) no mesmo endereço da PEM em Boa Vista. As moradoras de Rorainópolis e adjacências podem ser atendidas na Rua Senador Hélio Campos, sem número, BR-174. O atendimento remoto é realizado por meio do ZapChame, no número (95) 98402-0502, que funciona 24 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Texto: Suellen Gurgel

Fotos: Jader Souza/ Marley Lima / Nonato Sousa

SupCom ALE-RR

Fonte: ALE-RR | Assembleia Legislativa de Roraima – Leia mais

Leia também:

Exército apura arsenal em apartamento incendiado em Campinas

Postado em 27 de fevereiro de 2024

AÇÃO FISCALIZATÓRIA Comissão de Saúde da ALE-RR discute necessidade médica em Hospital Geral de Roraima | ALE-RR

Postado em 26 de fevereiro de 2024

Caer realiza mutirão para revisão das faturas de água   – GOVERNO DE RORAIMA

Postado em 26 de fevereiro de 2024

MDHC apresenta a ministérios, na Casa Civil, eixos que comporão o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa — Agência Gov

Postado em 26 de fevereiro de 2024